Telma Lee: A nova estrela da música angolana

Telma Lee: A nova estrela da música angolana

 

É uma das artistas da nossa praça musical que tem ganho mais notoriedade num curto espaço de tempo. A sua voz encantadora vem dominando os palcos da capital angolana e conquistou já milhares de fãs. Actualmente, agenciada pela BLS, editora do músico C4 Pedro, a artista falou em exclusivo ao SAPO Angola sobre o rumo da sua carreira e alguns detalhes da sua vida pessoal.

SAPO: Como começou o gosto pela música?

Telma Lee (TL):Tenho dito que nasci a cantar. Na escola em que andava havia grupos corais onde escolhiam sempre os melhores alunos e graças a Deus eu estava sempre entre eles. Na igreja do Carmo fazia parte do grupo Coral I.A.M. e quando chegava a casa trocava sempre as notas dos Cânticos. Também no prédio em que moro pertencia a um grupo chamado "Space Girls" onde sempre fui uma das mais destacadas porque era uma criança muito extrovertida e destemida e tinha o corpo leve, o que me permitia dançar até sentir que estávamos de facto a ser aplaudidas (risos).

 

SAPO: Quando é que as coisas começaram a ficar mais sérias?

TL: Aos 14 anos, estava na 9ª classe na escola Ngola Zinga, quando de repente aparece um carro da refriango com anúncios dizendo que haveria um concurso "Canta com Blue" onde faríamos interpretações de músicas nacionais. Os meus colegas incentivaram-me a participar e lá fui eu inscrever-me. Primeiro concorri com os meus colegas e saí em primeiro lugar, depois foi a grande final, onde concorri com alunos de outras escolas e graças a Deus também venci com a música "Desliga" de Yola Semedo. Daí, passei pelo “Rood Show Blue 2008”, onde o artista de cartaz era o Anselmo Ralph. Na época não podia gravar um álbum porque era muito nova e os meus familiares estavam com muito medo de que me esquecesse dos estudos. Preferi terminar pelo menos o ensino médio e depois dar continuidade à música. Mas como fiquei muito tempo distante da midia fui passando para o anonimato, até que em 2012 tentei a minha sorte no concurso “Angola Encanta”, onde consegui o 3º lugar e ganhei imensos admiradores.

 

SAPO: Como reagiram os teus pais quando souberam que querias cantar profissionalmente?

TL: Eles são os maiores fãs. Eles amam bastante aquilo que faço.

 

SAPO: Como foi a passagem para a BLS?

TL: Depois de sair do “Angola Encanta” procurei pela BlS Produções, que tem como o CEO o músico e compositor C4Pedro, onde agora estou a ser agenciada. Estamos em fase de gravações, já gravamos dois singles promocionais intitulados "Por ti não sinto nada" e "Saudades", que conta com a participação de Neide Sofia (ex-Afrikana), que agora também faz parte da BLS.

  

SAPO: Como foi o primeiro contacto com o C4 Pedro?

TL: Foi bonito e emocionante, eu fui até ao Kukina [Luanda] com a minha mãe e encontrámo-lo a ensaiar com a banda. Apresentámo-nos e a partir daí foi só tratamento “pai e filha”. Amo-o bastante e admiro-o muito. Para além de produtor é um grande conselheiro.

 

SAPO: Como vês o estado da música angolana actualmente?

TL: Acho que a música angolana tem ido muito bem, a cada dia que passa muitos novos e bons talentos surgem. Acredito que só com bastante empenho e trabalho chegaremos muito mais longe.

 

SAPO: Achas que há abertura para novos cantores? O que falta para que os músicos tenham projecção?

TL: Acho que há, creio que não devo falar por todos, mas no meu caso tem sido uma bênção. As coisas têm ido passo a passo e acho que com fé e confiança chegamos lá. O que falta mesmo para que os músicos tenham projecção é a diversidade de estilo.

 

SAPO: O que fazes fora da música?

TL: Estudo. Neste momento estou a fazer o primeiro ano de gestão comercial e markething.

 

SAPO: Conta-nos uma situação engraçada que já tenhas passado.

TL: (Risos) Eu passo por muitas porque sou uma louquinha, doida por uma risada. Uma foi na universidade, estava sentada no jango com os colegas e decidi levantar-me para entrar na turma. Do nada caí. Achei engraçado porque os meus colegas estavam com vergonha de rir, em vez de ser eu a estar com vergonha, pus-me a rir sozinha.. (risos) achei muito engraçado.

 

SAPO: Como estás a reagir ao mundo da fama?

TL: É lógico que muda sempre alguma coisa, saí do anonimato para a atenção do público. Mas eu sou um ser humano e como pessoa sou super à vontade, dói ver algumas pessoas que julgava serem meus amigos acharem que estou a mudar. Fico triste mas os que cresceram comigo, acompanharam as minhas lutas e a minha família, esses sabem que continuo a mesma menina alegre, batalhadora e amiga dos seus.

  

SAPO: Como caracterizas os teus fãs?

TL: Acostumei os meus fãs a verem a Telma super espontânea e mimosa, então eles são super carinhosos comigo e interagimos bastante. A maior coisa que eles podem fazer por mim é continuarem a acreditar em mim. Sei que muitos deles acompanham-me já desde o “Canta com Blue” e do “Angola Encanta”. Então só têm mesmo de confiar.

 

SAPO: Já sabes quando irás lançar o primeiro álbum?

TL: Ainda não temos uma data prevista.

 

SAPO: Quais os artistas com quem gostarias de vir a trabalhar?

TL: Temos muitos bons artistas. Gostaria de trabalhar com Edmázia, Pérola, Yuri da Cunha, Euclides da Lomba, entre outros.  

 

SAPO: Quais são os teus projectos para o futuro?

TL: Acho que tenho andado num bom caminho e o que eu digo sempre é que o futuro só a Deus pertence.

 

SAPO: Como reage o teu namorado ao facto de seres famosa?

TL: Estou "encalhadona" pessoal, solteira! Amei muito o meu ex-namorado e pelo facto de ter passado por uma depressão durante a adolescência, faz com que eu queira estar esse tempo todo sem um parceiro. Quero muito finalizar a universidade, dedicar-me bastante à carreira profissional e quem sabe, quando aparecer alguém de quem eu goste de verdade, namorar. Mas enquanto isso estou solteirona.

 

SAPO: O que é mais importante para ti numa relação?

A confiança. 

 

SAPO: O que fazes nos tempos livres?

TL: Nada. Amo estar a rir com o meu filho, ele é muito “chaladinho”, tem sempre uma piada, caretinha, etc. Ficar com as amigas e com os meus primos que têm a idade do meu filho, chamam-me todos de mãe. São puros e verdadeiros.

 

SAPO: Qual o teu maior defeito e maior qualidade?

TL: Sou uma boa ouvinte e sou “chatinha”, mas sou do bem.

 

SAPO: Gostavas que o teu filho seguisse os teus passos na música?

TL: Para mim tanto faz, ele tem mesmo é que fazer aquilo que ele gostar. Por ser uma criança espontânea ele tem mostrado quedas na música, gosta muito de cantar e dançar o meu tesouro. Quem sabe...

SAPO: Como concilias a maternidade e a carreira?

TL: Tenho uma mãe fantástica e o meu filho acabou por ser o cassula dela. Ajuda-me muito.

 

SAPO: Um conselho para quem esteja a dar os primeiros passos no mundo da música.

TL: Ser persistente e acreditar no seu sonho.

 

Curiosidades:

Nome: Telma Manuel

Data de nascimento: 10.05.1993

Natural: Luanda

Estado Civil: Solteira

Filhos: Um

Prato Preferido: Arroz , feijão e Picanha

Altura:1,75 m

Música: Only One Cherish

Perfume: Carolina Herrera

Hobbie: Cuidar de quem amo

 

Fonte: Sapo Banda

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo