Tchizé dos Santos afirma que não apoia causas sociais para “aparecer”

Tchizé dos Santos afirma que não apoia causas sociais para “aparecer”

A empresária Tchizé dos Santos, filha do Presidente angolano, foi nos últimos dias criticada por “aparecer” na imprensa, nomeadamente na TPA e alguns portais angolanos, a doar bens e sangue para o Hospital Pediátrico de Luanda, onde já morreram dezenas de crianças por falta de médicos e medicamentos.

As acusações na internet apontam para o facto de Tchizé não só querer aparecer, mas também de aproveitar a ocasião para promover o partido do seu pai, visto que alguns elementos que acompanhavam Tchizé nas doações traziam trajes partidários.

Face às acusações, Tchizé dos Santos decidiu emitir um comunicado com o título “Resposta à acusação de que pratico ações sociais para “aparecer”.

No seu texto, Tchizé refuta as acusações e garante que há vários anos que está envolvida em causas sociais e que raramente dá a cara, mas afirma que “chega um dia que nos cansamos de continuar a trabalhar e a fazer o bem em silêncio, enquanto outras pessoas nos atribuem maldades que não fazemos e tentam manchar o nosso bom nome, não sei com que propósito.”

Leia o comunicado de Tchizé dos Santos divulgado nas redes sociais

“Resposta à acusação de que pratico ações sociais para "aparecer":

Poucos angolanos sabem que em 2000 eu já era Vice-Presidente da ONG norte-americana Friends of The Children of Angola - FOCOA, sediada em Washington D.C., que realizou sob minha iniciativa e Produção Executiva, uma das maiores ações de promoção da cultura angolana no estrangeiro: o espectáculo "Brasil Canta Angola", realizado numa das mais importantes salas de espetáculos do Brasil, o CLARO HALL, no Rio de Janeiro, emitido na íntegra pela TV GLOBO em 2005, onde participaram, também por solidariedade e sem cobrar caché, nomes como Paulo Flores (Fez a Direção Artística), Daniela Mercury, DOG MURAS, Alcione, Beth Carvalho, Carlitos Vieira Dias, Jorge Vercilo, Emílio Santiago, Carlos Burity, Martinho da Vila, Mauricio Mattar, as Gingas do Maculusso e Araketu), onde os renomados artistas brasileiros aprenderam canções em línguas nacionais angolanas e encantaram interpretando musicas em Kimbundu e Humbundo a nosso pedido, num show inédito, apresentado por Camila Pitanga e Ladislau Silva e dirigido pelo grandioso Diretor da TV Globo Roberto Talma, do qual originou um DVD, entitulado "Brasil Canta Angola", cujas vendas resultaram numa doção para o Hospital Pediátrico de Luanda no valor de 50.000 USD, em 2005.

Seria necessário fazer um relatório de várias páginas, para enumerar todas as ações sociais de cariz local, nacional e internacional que realizei, como os 3 lares de Madres, com mais de 100 meninas, que apoio, um no Huambo, um no Uige e 2 em Luanda, um dos quais financio Mensalmente, entre outras dezenas de ações que sempre pratiquei discretamente, porque ao contrário do que muitos pensam, nunca tive uma postura de ostentação, nem nunca fui "exibicionista", nem "gabarolas".

Não posto viagens, nem dou ares de "Boa vivã" no meu perfil de Facebook.

Partilho pensamentos e se tanto...penteados, como qualquer mulher que tem o seu lado de vaidade.

Perguntem ao João Paulo Ganga (sim, o comentador a TV Zimbo, que pode confirmar), que ação linda e de grande responsabilidade realizamos, quando trouxemos a Angola mais de 25 crianças norte-americanas da companhia de dança Batoto Yetu, de Nova Iorque, para fazerem uma exibição em Luanda, do que aprenderam das nossas danças tradicionais do Moxico, com o Prof. angolano Julio Leitão, radicado nos EUA.

Já fiz muito trabalho social e são evidentes alguns dos projetos criativos da minha autoria, que já proporcionaram oportunidades de formação profissional a muitos jovens e muitas jovens, vários dos quais se converteram nos mais reconhecidos nomes da TV, da imprensa escrita, fotografia e não só.

Não passo a vida a publicitar os meus feitos e comunico que não contratei, nem paguei nenhuma empresa nacional ou internacional especializada, para gerir a minha imagem pública.

Não tenho ainda uma página de figura pública no Facebook, daquelas que pede para os seguidores gostarem da minha página!!! Vou criar agora por curiosidade.

Sou genuína.

Nem sequer tinha Facebook até Abril de 2015 e ainda não estou no Instagram!!

Mas chega um dia que nos cansamos de continuar a trabalhar e a fazer o bem em silêncio, enquanto outras pessoas nos atribuem maldades que não fazemos e tentam manchar o nosso bom nome, não sei com que propósito.

Enfim... Como diria o ditado: "Preso por ter cão e preso por não ter

"Tchizé"

Welwitschea dos Santos”

Fonte: Jet7 Angola

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo