Cabo-verdiana Suzanna Lubrano volta a cantar em Luanda

Luanda - A cantora caboverdiana Suzanna Lubrano volta a apresentar os seus temas de maior sucesso em Angola, a 05 de Novembro próximo, durante um espectáculo a ser organizado no Cine Atlântico, em Luanda, pela promotora angolana Olavinho Eventos.
 
A informação foi avançada hoje à Angop, pelo responsável da empresa, Olavo Vieira Dias, que disse ter contratado, para essa actividade, um leque de artistas nacionais e estrangeiros bastante populares no país, entre os quais Johnny Ramos.
 
Além do autor de "Largar" e "Bo Amor Ta Completan", também de Cabo Verde, devem participar do show de Suzanna os artistas Loony Johnson, Tafinha, Long & Xort, Génesis, Dj Sottão e Leokeny, confirmou o empresário, sem precisar a data de chegada da autora de "Nha Sonho" a Luanda. 

Olavo Vieira Dias escusou-se igualmente a avançar se a cantora crioula fará actuação acústica (com banda) ou em play back, dizendo que o show é uma iniciativa conjunta com a produtora LS Produções.
 
A Angop apurou que antes do show, Suzanna Lubrano deve apresentar-se na gala de consagração da Miss Cabinda, prevista para sábado (31). 

Nascida em Cabo Verde, a 10 de Novembro de 1975, Suzanna Lubrano imigrou com a família para a Holanda, aos seis anos de idade. Começou a cantar ainda criança, mas só se tornou profissional por altura dos 18 anos.
 
Os seus primeiros projectos profissionais foram feitos na popular banda cabo-verdiana Rabelados, com a qual atingiu a popularidade.
 
Com aquele grupo, conseguiu gravar três CD a solo, "Sem bó Nesmund," "Fofó" e "Tudo Pa Bo", os dois últimos muito explorados em Agola.
 
Por altura da gravação do CD "Fofo", Suzanna iniciou uma cooperação com o produtor e "Mestre do Zouk Francês", Ronald Rubinel, que convidou-a para participar da gravação dos seus CD "Jeux de Dames" e "Zouk me Love".
 
Em finais de 2002, ela surpreendeu a crítica e os amantes do Zouk, com o CD "Tudo Pa Bo", produzido por Jorge do Rosário e Beto Dias, obra que "catapultou" a estrela crioula para o principal galardão da música africana, o Kora/2003.

Fonte: Angop

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo