Selda canta no Egipto em alusão ao 11 de Novembro

A cantora Selda participa, no domingo, num espectáculo alusivo ao 11 de Novembro, Dia da Independência de Angola, dedicado à comunidade angolana residente no Egipto, a convite da embaixada.


A porta-voz da Embaixada de Angola no Cairo, Lúcia de Almeida, disse que o convite à cantora surgiu depois da sua actuação na Reunião do Secretariado Executivo dos Juízes Constitucionais de África: “Selda agradou aos presentes, o que motivou a Embaixada de Angola no Egipto a convidá-la para cantar na comemoração da Independência de Angola no Cairo”, sublinhou.


A cantora Selda está em digressão por Angola a promover o seu primeiro disco, “Morena de Cá”. No mês de Dezembro a cantora tem agendada a apresentação do disco numa sessão de vendas e assinatura de autógrafos nas províncias de Benguela e Huambo, sua terra natal.


Lúcia de Almeida afirmou que o espectáculo vai ser à base de afro jazz, soul music e semba.


“Ela está entusiasmada e tem feitos ensaios com regularidade para poder fazer uma boa representação”, referiu. “Aquela rua”, “Palavras doces”, “Apaixonada” e “Mufete”, da autoria do músico André Mingas, são as canções que interpreta mais conhecidas do público. “Tivemos conhecimento que a cantora já é conhecida da comunidade angolana no Egipto”.


Natural da província do Humbo, Selda é admiradora dos trabalhos produzidos pelo músico Paulo Flores. No mercado há nove anos, Selma começou a sua carreira artística aos 14, a fazer anúncios publicitários na Rádio Luanda. Durante quatro anos, Selda fez parte da banda angolana The Kings, mas aos 19 anos decidiu seguir uma carreira a solo.

Fonte: Jornal de Angola

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo