Rapper MCK impedido de sair do país “por ordens superiores”

O rapper e activista angolano, MCK, apresentou uma denúncia através das redes sociais, na manhã desta terça-feira (24), que dá conta do seu impedimento de sair do país, devido a “ordens superiores”.

O músico revelou que se encontrava há poucas horas no Aeroporto 4 de Fevereiro, em Luanda, onde tinha um voo para o Brasil, devido a compromissos profissionais, nomeadamente a participação num show de rap denominado “Terra do Rap”, quando foi surpreendido ao ser informado que estava impedido de sair do país e que o seu passaporte ficaria interdito até que o voo partisse.

Segundo o rapper, tanto o passaporte, como o visto e bilhete de passagem estavam em conformidade, não havendo qualquer razão para ser impedido de viajar.

Veja a denúncia de MCK:

"Denúncia Urgente

Família, estou no Aeroporto 4 de Fevereiro a ser impedido de viajar ao Brasil onde tenho Concerto marcado, Cahet pago e compromissos concluídos...

A única informação que me dão é que estou impedido de sair por Ordens Superiores," teu passaporte está interdito e só lhe será entregue depois do vôo partir"...

Estou calmo, estou na paz e estou tranquilo.

Passaporte em dia, Visto em dia, Bilhete em dia... o único crime é pensar diferente!...

Viva Angola

Viva a Paz

Viva os 40 anos de Independência!

O que será que o Estado Angolano ganha com essas acções?”O que será que o Estado Angolano ganha com essas acções?

Viva Angola

Viva a Paz

Viva os 40 anos de Independência!"

Fonte: Jet7 Angola

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo