Raf Tag: «Com ameaças de morte não me sinto à vontade para andar na rua»

Raf Tag: «Com ameaças de morte não me sinto à vontade para andar na rua»

 

Depois de ter sido agredido fisicamente por Nice Zulu, o rapper Raf Tag, esteve na rádio Lac, a convite de Miguel Neto para contar a sua versão sobre o incidente em que esteve envolvido. O artista contou factos inéditos sobre a situação mais comentada das redes sociais das últimas semanas e que envolveu vários artistas de música rap.

 

"Eu trabalho com crianças e não sou uma pessoa violenta, tenho palavras duras na música, mas não sou um gladiador. A minha agressividade é verbal e psíquica, agora com estas ameaças de morte não me sinto à vontade para andar na rua", explicou.
 

O ex-membro da Mad Tapes foi à rádio acompanhado de um amigo praticante de judo e fisioculturismo para tornar pública a informação de que está com medo de andar na rua sozinho e que já informou as autoridades competentes acerca desta situação.

 

"Tudo começou quando tentei impedir algumas pessoas de gravarem a situação que envolvia o Extremo Signo e o Lucassio. Dirigi-me a um rapaz proferindo palavras obscenas e de repente vi o Nice Zulu a partir para cima de mim, agrediu-me fisicamente e tentou partir-me uma garrafa na cabeça", contou.

 

O músico falou também dos motivos que o fizeram rejeitar o convite para o programa Akapela.

 

"Depois do incidente surgiu um convite do Cláudio para ir ao programa dele, "Akapella", explicar o que se passou. Rejeitei o convite enviando uma sms a dizer que achava que ele queria tirar proveito desta situação causando mais polémica e, principalmente, por ser uma pessoa que nunca teve nenhum interesse em passar a minha música. Ele publicou essa mensagem privada no seu Facebook revelando ser uma pessoa de má índole", explicou.

 

"Nesse programa convidaram o jovem que me agrediu, eu fui altamente insultado durante o programa e agora estou sempre a receber mensagens de ameaças físicas", acrescentou.
 

Pouco tempo depois do sucedido na Praça da Independência, o artista Nice Zulu lançou uma música polémica, que Raf Tag também comentou. "Após essa situação, Nice Zulu faz uma música a insultar-me e a gabar-se de me ter batido e a fazer ameaças mencionando que é um criminoso do grupo chamado "300" e diz que a violência faz parte do rap. O que eu quero é poder andar à vontade na rua, quero que parem de me ameaçar, somos um país que está em paz e neste momento sinto-me ameaçado. Se ele quiser ter um frente-a-frente comigo na rádio, gostaria que o Miguel pusesse a polícia ao lado, porque eu não quero ser agredido novamente. Ele mostrou claramente que quer bater-me."

 

Paulucho amigo de Raf Tag afirmou na rádio que esta situação já foi encaminhada à policia de investigação onde apresentaram a música em que Nice Zulu afirma ter batido no seu colega de profissão, e adiantou que também se dirigiram à instituição bancária em que Nice Zulu trabalha para queixas sobre o mesmo ao responsável máximo.

 

Fonte: Sapo Banda

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo