Puto Prata prepara lançamento de novo CD

Puto Prata anunciou na sexta-feira à noite, em Menongue, província do Kuando-Kubango, a saída a 4 de Maio do seu novo CD a solo, "Cabeça, Tronco e Membro".


Em declarações à imprensa, durante a sua participação no primeiro Festival Internacional do Kuando-Kubango (Festi Março23), disse estar a criar condições para pôr à disposição dos admiradores o álbum na data marcada.


O novo disco conta com as participações de Matias Damásio, NGA, Chelsy Chantel, Nelson Freitas, Celma Ribas, Bruno M, que o ajudaram a dar corpo a um trabalho que o músico considera maduro e que foi produzido ao longo de três anos.


Puto Prata disse ter incluído na obra algumas músicas gravadas em 2010, que afirma serem de qualidade e poderem surpreender os seus admiradores e os críticos de música nacional. “Uma delas é o ‘Ta a me Picar’, que gravei há um ano, mas acredito que vão gostar de outras músicas.” O CD inclui 50 por cento de temas de kuduro, o seu género de eleição, e a outra metade ritmos de semba e kizomba.“Em 2006 gravei o semba ‘Tamo Sempre a Subir’, com o Yuri da Cunha. Não fugi dos meus ideais e vou continuar a fazer isso. Este disco vai ser 50 por cento de kuduro e 50 de semba e kizomba”, sublinhou. Puto Prata disse ter trabalhado neste álbum com vários produtores,  entre os quais Caló Pascoal, Buraca Son Sistema, Nelson Freitas, MGA, que “asseguraram qualidade”, para fazer o trabalho prosperar no país e noutros cantos do mundo.


Depois de Angola, o disco deve ser lançado em Portugal, mas ainda não tem data marcada. 


“Portugal é o país que me acolheu durante três anos e meio. Vou lançar cá e depois vou para Portugal”, explicou o artista, sem mencionar a quantidade de exemplares que tenciona levar.

No "Festi-Março 23"

O kudurista conquistou o coração de centenas de fãs na cidade de Menongue, ao interpretar “Ta me Picar”, um dos seus sucessos. Depois disse: “O dinheiro que eu tenho é devido a vocês. Por isso, não me importo em repartir convosco alguns dos meus bens”. Foi com essas palavras que o autor criou clima para oferecer os seus ténis, chapéu e mascote lançadas ao ar em sinónimo de gratidão.


Puto Prata já tinha criado clima de empatia mesmo no começo da actuação, de quase 10 minutos. O repertório escolhido contemplou alguns dos seus maiores temas de sucesso, como “Kibeixa”, “Ndonbolo do Gueto”, “Querem me Matar” e “Manda mais Boca”, vivamente aplaudidos.

 

Fonte: Jornal de Angola

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo