Quem foi assistir aos concertos do primeiro dia do Luanda Sounds Fest, esta sexta-feira, surpreendeu-se com o baixo número de espectadores presentes. Mas nem tudo estava perdido. Um "kandengue do kuduro" que depressa se tornou num "soba do semba" mostrou como se enche de emoção um espectáculo [quase] vazio de pessoas.

 

Começou o Luanda Sounds Fest, aquele que prometia ser o maior festival de música, de sempre, em Angola. As portas foram abertas por volta das 18 horas. Os primeiros a pisar o placo principal, denominado Endiama, foram os Kilandukilo com os seus ritmos e danças tradicionais.

 

De seguida e com "Amor Mwangolé", Eddy Tussa decidiu que uma fraca audiência não é desculpa para não se dar um bom espectáculo. "Somos poucos mas parecemos 20 mil a fazer barulho". E assim, de "Fininho", começou-se a bailar na plateia.

 

 

Se o ritmo no palco Endiama já estava de bom tom, Kueno Aionda e Yola Semedo, separadamente, conquistaram os presentes pelo cantar de temas como "Tu vives em mim" e "Meu amor, Angola".

 

Saltando de novo para o semba, Puto Português não decepcionou. Dançarinos à altura, coristas para lá da altura e uma actuação de "Mister Tugueda" sem medida. "Vamos nos juntar", disse o artista. Desceu do palco, disse aos seguranças para não se preocuparem, e saltou o gradeamento que separava o palco do público. O que aconteceu a seguir? Puto Português continuou a cantar "Fim do Mundo", rodeado por todos quantos puderam correr para participar no momento. Como se não bastasse, para delírio de todos, Português ainda liderou "um comboio humano" de uma ponta a outra da plateia.

 

 

Acabada a actuação do sembista, Maya Zuda continuou com a boa música e espectáculo de dança. Finalizadas os shows dos artistas nacionais, chegou a hora de Taio Cruz entrar em cena. O aparato de instrumentos no palco, durante o intervalo, deixavam adivinhar que aí vinha um concerto ao nível dos maiores espectáculos interncaionais de música electrónica.

 

"I love you all" [amo-vos a todos] lançou Taio Cruz ao entrar no palco. Tinha começado então a esteria por parte das mulheres, naturalmente. Para além de cantar, Taio ainda arrasou na mesa de mistura, até então ocupada pela vistosa loira Dj Krystal Roxx. O autor do sucesso "Dynamite" provou que quem o escolheu para cabeça de cartaz, deste primeiro dia do festival, não poderia ter escolhido melhor.

 

 

O começar deste Luanda Sounds Fest, que será um espectáculo anual, pecou pelo baixo número de espectadores mas redimiu-se com os concertos dados por cada artista que pisou o palco Endiama.

 

Fonte: Sapo Banda