Polémica: Nike retira patrocínio milionário ao pugilista Manny Pacquiao

Nike retira patrocínio milionário ao pugilista Manny Pacquiao

O famoso pugilista filipino, Manny Pacquiao, de 37 anos, acaba de perder o patrocínio milionário da marca Nike e o apoio de alguns fãs, por ter feito comentários contra os homossexuais.

A polémica rebentou quando o multicampeão do pugilismo afirmou numa entrevista a um canal de televisão, que os gays eram piores do que os animais:

"É o senso comum. Vêem animais a acasalarem com outros do mesmo sexo? Os animais são melhores porque conseguem distinguir masculino e feminino. Se os homens se relacionam com homens e mulheres com mulheres, eles são piores que animais", afirmou Many Pacquiao.

Pouco tempo depois destas afirmações, surgiu a má notícia que dava conta do cancelamento do seu contrato com a marca Nike:

"Consideramos que os comentários de Manny Pacquiao são detestáveis. A Nike opõe-se fortemente à discriminação e tem uma longa história de apoio à comunidade LGBT. Não temos mais nenhuma relação com Manny Pacquiao", refere o comunicado enviado pela Nike.

Entretanto, Manny Pacquiao decidiu usar as redes sociais para se desculpar por ter comparado os homossexuais aos animais:

"Peço desculpa por ter magoado as pessoas, ao comparar homossexuais com animais. Vou manter a minha convicção de que sou contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo, mas não estou a condenar os LGBT [Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgénero]. Amo-vos a todos com o amor do Senhor. Que Deus os abençoe a todos", escreveu.

Fonte: Público

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo