Pelé do Zangado foi a enterrar no Cemitério do Alto das Cruzes

Os restos mortais do exímio bailarino de Luanda, Mateus Pelé do Zangado, repousam desde ontem no Cemitério do Alto das Cruzes. Familiares, amigos, músicos e membros do Governo Provincial acompanharam Pelé do Zangado até à última morada, com destaque para o governador da província de Luanda, Bento Bento, a vice-governadora para área social, Jovelina Imperial, o director provincial da Cultura, Manuel Sebastião, o responsável para área de comunicação do Governo Provincial, Ladislau Silva, o escritor Uanhenga Xitu, Dom Caetano, o vice-presidente da mesa da assembleia da União dos Artistas e Compositores (UNAC), Massano Júnior, e Roldão Ferreira, um dos grandes impulsionadores do Carnaval de Luanda.

 

Na mensagem de condolências do Governo Provincial, assinada por Bento Bento, é afirmado que Luanda perde um dos grandes nomes da arte, um homem que ajudou a difundir um dos mais importantes ritmos musicais do país, o semba.

 

A mensagem de condolências lamenta a morte do carismático luandense. A leitura do elogio fúnebre foi feita por Roldão Ferreira que revelou que Pelé do Zangado foi condecorado em Dezembro do ano passado pelo presidente do MPLA, José Eduardo dos Santos, pelo seu contributo na cultura e no desporto, com a medalha militante de vanguarda.

 

Roldão Ferreira explicou que Pelé do Zangado foi um grande craque do futebol, nacompanhia de Joaquim Dinis, Lourenço Bento e Firmino Dias que deram muitas alegrias ao país.  Mateus Jorge Antónia, mais conhecido como Pelé do Zangado. Nasceu na Funda, em Março de 1933, filho de Jorge Mateus e de Juliana António.

 

Pelé do Zangado chegou ao Rangel em 1945, proveniente da Funda, na companhia de sua mãe e das duas irmãs, Domingas e Catarina. Em 1974, Pelé do Zangado ingressou nas fileiras do FAPLA e foi desmobilizado ao abrigo dos Acordos de Bicesse. Pelé do Zangado morreu aos 78 anos e deixa 11 filhos, 35 netos e 21 bisnetos.

 

Fonte: Jornal de Angola

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo