Pai Diesel afirma que o kuduro não dá dinheiro aos kuduristas

Pai Diesel afirma que o kuduro não dá dinheiro aos kuduristas

 

Em entrevista à Rádio Luanda, no programa Jovial Cidade, de Patrícia Faria e Bismarque José, o kudurista Pai Diesel esclareceu algumas polémicas sobre a sua carreira e vida pessoal.
 

Pai Diesel começou por esclarecer a razão de ser tratado de "Barack Obama de Viana".  Segundo o mesmo, a população já o tratava como o Presidente dos Estados Unidos de Viana, no entanto, com a eleição de Barack Obama à presidência dos EUA, o povo de viana passou a chama-lo de Barack Obama de Viana.
 

O kudurista afirmou também, que a música não lhe dá o que precisa para sobreviver, razão que o levou a colocar de lado o kuduro e a investir na organização de eventos e na abertura de uma loja "Caso Micha", pois pretende uma vida melhor tanto para si, como para a sua família:

"Sem mentiras, o Kuduro é a nossa música, é um estilo maravilhoso que gosto fazer, mas atenção, o Kuduro só é bom quando está a bater. Eu vivo com a mulher e tenho uma família. Preciso de sustentar a minha casa e os meus vícios. Eu apareci, fiz o meu nome com a música mas nem sempre a minha carreira me deu dinheiro para suprir todas as minhas necessidades, então tenho de procurar de outras maneiras, algo que me crie o auto-sustento, mas eu não deixei de cantar. Eu quero dinheiro e infelizmente a música aqui não me dá o que preciso para sobreviver. São todas as outras coisas que faço que me dão dinheiro", afirmou o kudurista.

 

Pai Diesel comentou também sobre a sua divergência com Puto Prata, acusando-o de ter roubado duas músicas suas:
 

"O Prata roubou-me as músicas “Ela me ama” e o “More more”, mas nunca tivemos de nos agarrar pelos colarinhos, houve apenas aqueles beefs em plena televisão mas daí nunca passámos porque eu sou uma pessoa sensível e frágil, mas duro a resolver os meus problemas. Quando o assunto é meter os pontos nos i's e os traços nos t's eu resolvo rápido", disse Pai Diesel.
 

Antes de finalizar a sua entrevista, Pai Diesel afirmou não existir kudurista que faça dinheiro com a música, pois, não conhece nenhum colega que tenha feito dinheiro ao ponto de sobreviver à custa do kuduro.
 

Fonte: Jet7 Angola

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo