Editorial Nzila publica novo livro de João Melo

Escritor Joao Melo com novo livro para o mercado nacionalLuanda - A Editorial Nzila publica na próxima segunda-feira, em Luanda, o novo título do escritor angolano João Melo, intitulado “O homem que não tira o palito da boca”.

 

A sessão de apresentação acontece na sede da União dos Escritores Angolanos (UEA) e estará a cargo da professora Fátima Sampaio Fernandes, indica uma nota da editora, chegada hoje à Angop.

 

Neste livro, João Melo traz a público histórias de casais e traições (infidelidades), o tema das raças, cores de pele e classes sociais, assim como aborda a questão do assassinato piedoso.

 

O autor “usa uma linguagem técnica, semiótica, de lógica formal e jurídica – obsessivamente perfeccionista, requintada, paranoicamente explicativa, para explicar formalmente, com uma lógica administrativa, política, económica, o quotidiano de miséria, prostituição e indecência”.

 

Com essa língua, ele explica ainda a “malfeitoria e sacanice (no Sambila e outros bairros) de pobres e cidadãos abandonados".

 

Na nota, a editora refere que João Melo “leva ao ponto de rebuçado o uso da teoria da literatura e da linguagem tecnocrata, como subtexto para o humor, divertindo os leitores tanto com as situações cómicas em que os personagens chafurdam, quanto com os chistes semióticos dos narradores”.

 

“Parece um ensaísta que perdeu o pé na ficção: dá lições de moral e outras que tal usa jargão escorreito, ficciona o ensaísmo e ensaia a escolástica.

 

Não é para qualquer um, mas somente para um fauno das letras – como João Ubaldo Ribeiro ou Luís Fernando Veríssimo”, lê-se no documento.

 

João Melo é jornalista, escritor, publicitário e professor universitário.

 Nasceu em Luanda em 1955 e estudou Direito em Coimbra e em Luanda.

 

Licenciou-se em Comunicação Social e fez mestrado em Comunicação e Cultura no Rio de Janeiro.

 

Dirigiu vários meios de comunicação angolanos, estatais e privados.

 

Membro fundador da União dos Escritores Angolanos (UEA), ocupou diversos cargos de responsabilidade nos respectivos órgãos sociais, tais como secretário-geral, presidente da Comissão Directiva e presidente do Conselho Fiscal.

 

Actualmente é director de uma agência de comunicação e dá aulas, além de ser deputado à Assembleia Nacional.

 

Como escritor, é poeta, contista, cronista e ensaísta. Publicou até ao momento 11 livros de poesia, quatro de contos e um de ensaios.

 

Editado habitualmente em Angola, Portugal e Brasil, tem textos traduzidos para mandarim, francês, alemão, italiano e húngaro. Está representado em várias antologias, em Angola e no estrangeiro.


Fonte: Angop


Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo