joomla visitors
Mandado de captura contra o músico angolano Sebem

Mandado de captura contra o músico angolano Sebem

Um mandado de captura foi emitido, esta quinta-feira, em Luanda, contra o músico e apresentador de Televisão “Sebem”.Esfilândio dos Santos “Sebem” é acusado de desobediência à autoridade e agressão a um agente da ordem, segundo o Ministério Público.

O facto terá acontecido no bairro Vila Alice, no dia 18 de Fevereiro, quando “Sebem”, numa alegada interpelação ao músico por um regulador de trânsito.

O Inspector-Chefe Nestor Goubel, do Gabinete de comunicação e Imagem do Comando Provincial da Policia Nacional disse que “Sebem” falava ao telefone, enquanto conduzia.

“O cidadão Esfilândio dos Santos, também conhecido por “Sebem” foi interpelado, na Vila Alice, no dia 18, a bordo de uma viatura de marca Chevrolet de cor preta, chapa de matrícula LD-77-11-CE. Vinha a bordo da sua viatura a falar ao telefone. Uma atitude reprovável do ponto de vista daquilo que são as normas do código de estrada – explicou.

“Devidamente interpelado pelo nosso colega, agente regulador de trânsito, o mesmo rejeitou entregar a documentação, alegando que não tinha nada que entregar a documentação” – acrescentou.

“Acto contínuo e, como não se bastasse, segurou nos colarinhos do nosso colega regulador de trânsito e, numa atitude musculada, meteu-se em fuga, tendo parado depois de dois quarteirões e abandonado o carro” – afirmou ainda.

“A viatura foi removida para a unidade de trânsito e o mesmo está em parte incerta. O regulador apresentou queixa no comando da divisão do Rangel para o devido tratamento” – revelou.

O oficial da corporação apelou às figuras públicas a manterem uma conduta exemplar.

“Espera-se das figuras públicas uma conduta exemplar, aliás eles são formadores de opinião. Devem ser modelos de comportamento e não mostrarem atitudes, que muitas vezes, deixam a desejar” – concluiu.

De recordar que, em 2008, o kudurista “Sebem” foi detido e julgado pelo Tribunal Provincial de Luanda, acusado de crimes de desacato, incitamento a motim e injúrias à autoridade.

Durante a audiência o cantor negou todas as acusações.

“A polícia é que tem problemas comigo. Eles não gostam de mim” – disse na ocasião.

Esta é a quarta vez que “Sebem” vê-se envolvido em casos de polícia por desacatos e injúrias à autoridade, incluindo uma condenação de pena suspensa.

Fonte: Apostolado

Partilhar Artigo

Vídeos sugeridos

Beleza e Bem-estar

Visitantes Online

Temos 287 visitantes e sem membros em linha