Nagrelha: «Se a minha mãe não me fizesse, Angola podia me inventar»

Depois de frases como: "Vindo da igreja e não entendi nada", "Numa casa onde falta pão, todos brigam, discutem e ninguém tem razão", "I love lambas", chegou a vez de : "Se a minha mãe não me fizesse, Angola podia me inventar". Como sempre, ele e mais ninguém, Nagrelha.

 

O "Estado maior do kuduro" está sempre a deixar dicas para os seus fãs "se deliciarem".


Este é o assunto que está na boca dos angolanos, hoje pela manhã, nos táxis, nas ruas e até mesmo nas empresas. Depois de fechar o show da paz, Nagrelha largou esta bomba: "Se a minha mãe não me fizesse, Angola podia me inventar".

 

O kudurista, cheio de dicas, também afirmou ao público: "Andam a se mentir, não há Angola sem Lambas", e os fãs em grande número só gritavam e aplaudiam o "Estado maior", que alguns já chamam "Presidente".

Em pleno espectáculo, quando Yuri da Cunha actuava, a plateia gritava: "Lambas, Lambas". Com isso Yuri aproveitava para também chamar pelos outros músicos que faziam parte do cartaz do espectáculo.

E se Nagrelha fundar um partido político e candidatar-se as próximas eleições. Votaria nele?

 

Fonte: Sapo Banda

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo