Músico Sebem defende maior coesão entre os Kuduristas

Luanda – O músico kudurista Se Bem defendeu hoje, sábado, em Luanda, a necessidade de haver maior coesão e intercâmbio entre os profissionais da classe, por formas a ser mais dignificada.

 
O apelo do apresentador do programa musical “Sempre a Subir” da Televisão Pública de Angola foi feito a meia centena de kuduristas de todos os municípios de Luanda, numa reunião que visou chamar atenção sobre o comportamento de cada um.
 
 De acordo com Se Bem, pretende-se criar um movimento do Kuduro onde deverão estar vinculados todos os fazedores deste estilo de música e, sobretudo, com carácter filantrópico, ajudando os mais necessitados, como idosos e lares de menores.
 
O músico sugeriu, aos colegas, uma maior organização nos respectivos municípios, bem como chamou a atenção sobre o conteúdo das letras que apresentam. Disse ser fundamental que as composições exaltem a moral pública e o civismo.
 
 “Devemos estar atentos e censurarmos os kuduristas que nas suas canções veiculam mensagens anti-sociais”, asseverou.
 
Se Bem anunciou a realização, domingo dia 21, de uma partida de Futebol 11, à 09 horas, na Cidadela Desportiva, entre kuduristas do Sambizanga/Rangel e Viana/Cazenga.
 
A partir das 15 horas, disse, será realizada no mesmo local, um espectáculo musical, para assinalar os 15 anos de existência do estilo de músical Kuduro.
 
“Durante o show vamos apelar para a importância do registo eleitoral, maior coesão entre nós, com vista a não sermos ultrapassados pelas músicas sul-africana que, por sinal está a ganhar muito espaço em Angola”, disse.
 
Participam do espectáculo vários kuduristas, dentre os quais, Os Lambas, Titica, Própria Lixa, Zoca-Zoca, Bobani King, Gata Agressiva, Noite e Dia, Pai Diesel, Ngero 5 e Chupetinha, Presidente Horo negro e Gasolina, Toni Amado e Bruno M.
 
 
Fonte: Angop

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo