Música angolana: músicos vendem e autografam CD´s

Luanda - Sete músicos angolanos lançaram no passado domingo, no mercado nacional, em  Luanda, durante uma sessão de vendas e autógrafos na Praça da Independência, as suas novas obras discográficas para mais de mil pessoas, maioritariamente jovens.

 

Trata-se dos cantores Proletário, Sabino Henda, Sanguito, Matias Damásio, Sany Neto, Deloiro de Freitas e John Dias, cujos discos custam entre 1000 a 1500 Kwanzas. 

   

Em entrevista à Angop, Mota Lemos, agente musical de Matias Damásio, disse que o primeiro DVD ao vivo do artista contém 17 temas, dos quais algums não chegaram a ser gravadas, e outras do seu show realizado no Cinema  Karl Marx, em Luanda.

 

“Destas 35 mil cópias fazem parte algumas músicas do seu longo repertório, ou seja, são as músicas de maior êxito de Matias Damásio. Por outro, temos também algumas canções interpretadas por ele e que são dos cantores angolanos Filipe Mukenga e Jacinto Tchipa.      

 

De acordo com o entrevistado, a origem de retratar de forma audiovisual o espectáculo de Matias despontou do facto do mesmo não ter efectuado nenhum concerto de grande dimensão por vários motivos.

 

Segundo o cantor Sabino Henda, o seu mais recente álbum De Lá Pra Cá transporta “novas investigações, ventos e letras”, na qual contempla a sociedade e observa como se conseguiu consolidar a irmandade e compreensão entre os homens da sociedade angolana, reproduzida no disco.   

 

“Rebati muito na versão perdão, por forma a elevar o sentido de fraternidade que conseguimos implantar de lá pra cá”, disse o cantor, explicando que todos os dias tem um motivo para buscar inspiração para escrever, pois a “nossa vida é um conjunto de cadências”.

 

No seu álbum de 14 faixas e 10 mil cópias editadas, Sabino Henda conta ainda com a colaboração de outros cantores angolanos e cabo-verdianos.

 

Já o músico Deloiro de Freitas com o seu primeiro trabalho discográfico  A Festa da Bola, dedicado ao Campeonato Africano das Nações (CAN), salienta que o seu single  foi produzido para apoiar a selecção nacional de futebol.

 

“Este é apenas uma parte de um trabalho que está por vir, atendendo a minha ausência nos palcos depois de muito tempo cantando na rádio piô, ou seja, este trabalho é virado a vibração futebolística", explicou.

 

Sendo de sua autoria as cinco composições que integram o single, o mesmo contém músicas do estilo Semba e Kazukuta.

 

Segundo Proletário, músico dos anos 80 e autor das músicas “Scania 111" e "Mama Kudile", o seu primeiro álbum contém músicas cantadas no estilo semba, soul music, em português e kimbundo.

 

A fonte disse ainda que o tema número 12, intitulado Kimbombeia, surge como agraciamento aos amantes das suas canções, estes que “por vezes dão ao artista a inspiração para compor as suas melodias”.

 

“Troxe algumas coisas para o presente e tentar rejuvenascer o passado”, salientou o compositor das 13 faixas que comportam o disco Caminhada. 

 

O álbum de Sany Neto intitulado Amor do Coração tem 14 temas e teve uma tirarem de 15 mil cópias.                

 

Com 4 mil cópias editadas, o cantor John Dias, na sua obra Saber Esperar, contou com a participação dos produtores Johnny Fonceca, Aljer Fixo e outros.

 

Fonte: Angop

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo