Micaela Reis estreia-se no teatro

micaela20reisLuanda – Com encenação e concepção plástica do luso-moçambicano Fernando Nobre, a actriz e Miss Angola 2007, Micaela Reis, estreia-se no teatro, entre 7 e 8 deste mês, em Benguela, com a peça "História de Amor Sem Fim", a partir de textos dos escritores Carlos Pessoa, Fernando Pessoa e William Shakespeare.

 

Falando a imprensa na antecâmara da exibição do trabalho da protagonista da telenovela "Voo Directo", da TPA e RTP África, afirmou que a "História de Amor Sem Fim" tem significado enorme, sempre idealizou fazer teatro e ganhou mais consistência depois de conhecer o músico e intérprete Fernando Nobre.

 

De acordo com Micaela Reis, é uma honra trabalhar com um actor exigente, com quem está a aprender e a crescer muito. "Está a fazer um trabalho exemplar. Estou muito ansiosa e a expectativa é enorme. As pessoas vão gostar", disse, animada com o momento.

 

Quanto à gestão do tempo com as gravações de telenovela, referiu que o facto de fazer tudo com prazer quase passa despercebida.

 

Sublinhou a importância de separar os dois mundos da arte, sem prejuízo de nenhuma parte. "Gravo 12 horas por dia e depois vou aos ensaios. Quando se trabalha com amor, consegue-se. Meu maior presente é o produto final de qualidade".

 

Micaela Reis, uma das beldades angolanas presentes na última edição do Festival de Cinema de Cannes (França) este ano, tranquilizou os que admiram o seu trabalho na televisão (como apresentadora e actriz), ao considerar que, apesar da agenda preenchida, pode conciliar ambas as paixões: "são registos diferentes mas muito bons e enriquecedores".

 

Admitiu que está a ser maravilhoso fazer as duas coisas ao mesmo tempo, sobretudo porque a televisão já faz parte da sua vida, tanto na representação como na apresentação, e o teatro é uma realização pessoal, onde deseja crescer mais como actriz e há mais oportunidade para atingir outros patamares.

 

Define o teatro como verdadeira arte do actor e considera especial a peça de estreia em Benguela. Acredita que as pessoas vão se identificar com as várias histórias de amor sem fim a serem exibidas. "São peças muito dinâmicas, com música, luz e dança. É um conjunto de coisas interessantes".

 

Para a Miss África Mundo 2007, Benguela está crescer e merece que a estreia seja feita na cidade das Acácias Rubras, além de ser a terra da sua mãe. Reforça que se trata de uma forma de fazer diferente e porque também possui pessoas que gostam de teatro.

 

Quanto à descrição do "filme", Micaela Reis deixa uma pista, mas esconde os pormenores da peça para os que assistirem à estreia do "História de Amor Sem Fim", entre 7 e 8 de Julho, no Cine Império, em Benguela, e no Centro Cutural Português, em Luanda, entre 14 e 15 deste mês. "Entram aspectos culturais de Angola, mas aguardem pelo espectáculo. Há uma expectativa de todos em ver o produto final. É teatro um pouco diferente daquele que as pessoas estão habituadas a ver em Luanda e em Benguela", concluiu a actriz, que contará neste projecto com a cenografia de Joana Astolfi, coreografia de Mayuka Reis e direcção de José Martins

 

Fonte: Angop

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo