Médico de Michael Jackson sai da cadeia antes do tempo

Médico de Michael Jackson sai da cadeia antes do tempo

 

Conrad Murray, médico pessoal de Michael Jackson, saiu da prisão, dois anos antes do fim da pena, que era de quatro. Condenado a quatro anos de prisão pela morte do cantor, em 2009, Conrad Murray nunca desistiu de ver a pena revista.

Os pedidos e o facto da população de detidos de Los Angeles ser excessiva deram frutos. O médico foi libertado, segundo a cadeia de televisão norte-americana ABC. Saiu pela porta de trás da prisão, num carro da polícia. O Tribunal de Los Angeles considerou que Murray foi culpado da morte de Michael Jackson, uma vez que foi provado que lhe administrava um potente anestésico, propofol, fora de um hospital, e retirou-lhe também a licença para exercer medicina, algo que espera agora recuperar.

 

Fonte: Jornal de Angola

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo