Le Grand Mechant Zouk leva à Cidadela cerca de 50 mil pessoas

Cerca de 50 mil pessoas no Le Grand Mechant Zouk

Luanda - Cerca de 50 mil fãs marcaram presença, na noite deste sábado, no Estádio Nacional da Cidadela, em Luanda, para assistir ao desfile das estrelas do zouk antilhano, no âmbito da digressão Le Grand Mechant Zouk.
 
Aberto às 19h30 por Fanny J, que fez a sua estreia em palcos angolanos, o espectáculo teve a particularidade de juntar Eric Brouta, Frédéric Caracas, Guilou Lafarge, Warren, Princess Lover, Fanny J, os Kassav e os angolanos Eduardo Paím e Yola Araújo.
 
De forma muita tímida, Fanny J começou a aquecer o palco para o resto da noite, tendo direito a 20 minutos de actuação para depois deixar o palco sob responsabilidade de Warren, que mostrou aos angolanos o porque da sua inclusão na lista de convidados, interpretando temas como “Le flour d’vouz”.
 
Feitas as apresentações, o palco foi tomado de assalto por Frédéric Caracas, que cantou e fez dançar o público com “Sakai”, passando o testemunho para Jean Phillip Martely que cantou “Se dan bonjour”.
 
Intercalando as actuações dos convidados, a maioria dos quais membros da Banda Kassav, o palco recebeu, em grande ovação, o não menos conhecido Guilou Lafarge, que durante a sua permanência em palco puxou dos galões e mexeu com que sabe e viveu da música antilhana. De uma só tirada Guilou baralhou a casa com “Jesus”, tema com o qual abriu a sua exibição, “Venezuela” e “File d’solei”.
 
Já com a plateia ao rubro, o palco ficou por conta de Eric Brouta que cantou “Telefone” e “Caterian d’ lamour”.
 
Num misto de satisfação e muita alegria por ver e ouvir ao vivo pela primeira vez Guilou, o público jamais parou, mostrando aos artistas que à noite prometia, facto comprovado com os primeiros toques do tema “Oule” da dupla Jacob Desvarieux e Jocelym, que, feitas as apresentações e o primeiro ensaio para o que estava preparado pela banda antilhana, passaram a responsabilidade para duas vozes femininas.
 
Princess Lover e Jasolin Label não deixaram os mestres ficarem mal na foto, dando sequência a uma brilhante actuação que mexeu com todos quantos se deslocaram à Cidadela para recordar os “velhos” sucessos das Antilhas.
 
À noite encerrou com a conhecidíssima e esperada Banda Kassav, que me pouco mais de uma hora deixou o perfume do seu rico e “velho” repertório artístico.
 
Fonte: Angop

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo