John Travolta vai ser julgado por alegado assédio sexual

152655618.jpg

John Travolta vai a julgamento por alegado assédio sexual. De nada serviu o trabalho dos advogados do ator para tentar chegar a um acordo extrajudicial com o chileno Fabio Zanzi, que acusa Travolta de “contacto nocivo e ofensivo” quando trabalhou como massagista na viagem que este realizou às Caraíbas em 2009.

 

De acordo com a denúncia feita pelo chileno em maio do ano passado, o protagonista de Pulp Fiction teria forçado o assistente a tirar “a bata de trabalho”. O alegado assédio sexual teve lugar a bordo do cruzeiro Echantment of the Sea, quando Zanzi se deslocou ao quarto de Travolta para lhe levar comida. Na ocasião, o ator ter-se-á queixado de dores no pescoço e terá pedido ao assistente que lhe fizesse uma massagem. Segundo Fabian Zanzi, nessa altura Travolta tirou o robe e ficou “seminu”.

 

Após conhecer o processo, Martin Singer, advogado do ator, afirmou que se tratava de uma acusação “estúpida” e que a única coisa que Zanzi queria era ter “os seus 15 minutos de glória”. Além disso, Singer acha muito suspeito que o queixoso tenha esperado três anos para fazer a denúncia.

 

O massagista pediu uma indemnização de 2 milhões de dólares (1,5 milhões de euros) por danos morais e materiais.

Recorde-se que John Travolta é casado com a atriz Kelly Preston há vinte anos, mas já enfrentou várias especulações e rumores sobre supostas relações homossexuais.

 

Fonte: Caras

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo