Isabel dos Santos: «Foi uma sorte nascer em Angola»

Empresária foi entrevistada no "New York Forum Africa".

 

Isabel dos Santos, CEO da Unitel, foi uma das convidadas da conferência "New York Forum Africa", que decorreu no Gabão de 14 a 16 de Junho. As telecomunicações no continente, o empreendedorimo em Angola e até o que faz para se divertir foram os temas abordados pela empresária de sucesso.

 

Presente no debate inaugural do "New York Forum Africa", Isabel dos Santos foi entrevistada à margem de um painel sobre líderes globais.

 

É considerada a primeira mulher bilionára do continente e Isabel garante que o primeiro passo para o sucesso é identificar a oportunidade certa e ser persistente. O facto de ter nascido em Angola "foi uma sorte", uma vez que é um país que em 10 anos teve um "boom" económico, propício ao desenvolvimento de novos negócios.

 

Mãe, empresária, advogada, empreendedora, engenheira e bilionária, Isabel dos Santos salienta que, no mundo dos negócios, sendo mulher, jovem e africana, à partida, a probalidade de singrar é muito reduzida. Por isso, é um esforço pessoal e profissional constante e redobrado. "Mas há uma nova tendência no mundo. Se olharmos para todas as economias, temos muitos jovens empreendedores, que iniciam negócios e criam empregos, logo, a mulher africana também pertence a esse mundo, também tem direito."

 

A pessoa que mais influenciou a empresária foi a sua avó. Uma mulher que "acordava extremamente cedo para ir vender frutas e legumes no mercado e que garantia que os seus filhos fossem alimentados e tivessem educação. Temos milhares, ou até milhões, de mulheres assim no nosso continente. São elas o verdadeiro veículo de poder que afecta a nossa economia".

 

Questionada sobre o actual estado da rede de telecomunicações em África, Isabel afirma que no continente "temos a obrigação de transformar a potencialidade em oportunidade". Temos de pensar para lá do mobile e pensar como usar as redes de fibra de alta velocidade para ligar grandes cidades" e que a grande aposta deve estar centrada nas redes de alta velocidade e de grande capacidade de transmissão de dados.

 

O "New York Forum Africa" foi organizado com o patrocínio da presidência do Gabão e debateu as várias formas de desenvolvimento do continente africano.

 

Contou com a participação de um conjunto de personalidades do mundo dos negócios e da economia de vários continentes, entre os quais se encontrava Nouriel Roubini. Um português, Briosa e Gala, também esteve presente na qualidade de representante do presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso.

 

Fonte: Sapo Mulher

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo