Grupo União Njinga Mbandi vence carnaval 2013 em Luanda

 

O União Njinga Mbandi, do município de Viana, é o grande vencedor do Carnaval de Luanda, na classe A, com 741 pontos, ditou a escolha do júri presidido pelo músico Tonito.

 

Pela primeira vez na história do Carnaval luandense, o União Njinga Mbandi vence na categoria da classe A, depois de ter vencido, em 2010, na classe B.

 

O grupo foi fundado a 22 de Janeiro de 1979 e participou em seis edições, tendo vencido a edição do 2010, na classe B. O seu comandante chama-se António Domingos, o rei Adão Victor e a rainha Maria Salvador. A sua coreografia é feita ao som da dança cabecinha (cabetula) e este ano apresentou no desfile central, realizado terça-feira na Nova Marginal, a canção intitulada “Angola sempre a subir”, da autoria de Belo Januário.

 

Em segundo lugar ficou o grupo mais titulado do Carnaval de Luanda, com 12 vitórias em 34 participações, o União Mundo da Ilha, com 709 pontos. Nos lugares imediatos ficaram o União Sagrada Esperança, 694 pontos, União Operário Kabocomeu, 676, e União Kiela, 659.

 

De acordo com o regulamento do Carnaval, desceram para a classe B os últimos cinco classificados da classe A: União Etu Mudietu, 517 pontos, Grupo Dimba dya Ngola, 504, União Juventude do Kapalanga, 498, União Estrela do Pita, 490, e União 17 de Setembro, 464.

 

Na classe B, o vencedor foi o União Giza, com 669 pontos, seguido do União Twabixila, com 659, e União Povo da Samba, 627. No quarto e quinto lugar ficaram o União Amazonas do Prenda, 598 pontos, e União Geração Sagrada, com 585.

 

Os cincos primeiros classificados da classe B têm acesso directo à classe A, no próximo no ano, para ocuparem as vagas dos cincos grupos desqualificados dessa classe. Os restantes grupos da classe B disputam, este ano, uma liguilha para completarem as vagas existentes. Segundo o regulamento do Carnaval, caso os grupos União 54 e Unidos do Caxinde pretenderam desfilar no próximo ano são obrigados a disputar este apuramento.

 

Na classe infantil, o vencedor foi o Cassules do Café de Angola, com 658 pontos, em segundo lugar ficou o Cassules Jovens da Cacimba, com 626, enquanto o Cassules Sagrada Esperança ocupou o terceiro lugar, com 611. O Cassules Amazonas do Prenda, com 605 pontos, e Cassules 10 de Dezembro, com 587, ocuparam a quarta e quinta posição.

 
Valores dos prémios

Para a classe A, a Comissão do Carnaval entrega ao vencedor, no próximo sábado, em cerimónia a realizar na Liga Africana, um prémio no valor de três milhões de kwanzas. O segundo classificado recebe dois milhões e o terceiro 1,2 milhões de kwanzas. O quarto e o quinto classificados têm direito a um prémio de um milhão de kwanzas e 800 mil kwanzas.
 
Na classe B, o primeiro classificado recebe 1,5 milhões de kwanzas, o segundo um milhão, o terceiro 600 mil, o quarto 500 mil e o quinto 400 mil.

Na classe infantil, o primeiro classificado tem direito a um milhão de kwanzas, o segundo 700 mil, o terceiro 500 mil, o quarto 350 mil e o quinto 250 mil.

 

Kudissanga Kwamacamba

 

O grupo Kudissanga Kwamacamba arrebatou 90 por cento dos prémios relativos à edição 2013 do Carnaval do Kwanza-Norte, um facto inédito. Para além de se sagrar vencedor do desfile, o grupo foi igualmente distinguido pelo melhor galardão, rainha, comandante, dança e coroa. Em segundo lugar ficou o grupo Viluzia com 730 pontos, o qual venceu também na categoria de melhor canção. O terceiro lugar foi atribuído à União Chá de Caxinde do Kwanza-Norte, com 705 pontos.

 

 

No quarto lugar ficou o grupo carnavalesco Vilugalto do Golungo Alto, com 654 pontos. Ganhou ainda a melhor bandeira, enquanto o grupo Etu Mudieto arrebatou o quinto lugar com 548 pontos.

 

 

Com o estilo de dança sussumuna e com traje varina, o « Kudissanga Kwamacamba apresentou no seu enredo uma coreografia que destacava a igualdade no género, a pacificação e boa convivência nos lares, tendo na sua canção solicitado o envolvimento de todos.

 

O grupo vencedor recebeu como prémio 650 mil Kwanzas, o segundo 550, 450 para o terceiro, 350 para o quarto, enquanto o quinto recebeu 250 mil Kwanzas. Foram entregues prémios de participação do sexto ao nono classificados de 100 mil Kwanzas cada um. Houve ainda prémios específicos no valor de 30 mil Kwanzas, para a melhor rainha, comandante, coroa, canção e dança.

 

Faraós das estrelas

O grupo Faraó das Estrelas venceu este ano, na classe de adultos, Carnaval do Kuando-Kubango, com 235 pontos, o que lhe permitiu receber 400 mil kwanzas.

 

O desfile realizou-se na capital da província, na avenida Mwene Vunongue. Em segundo lugar ficou União Mundo Azul, com 206 pontos, que recebeu 350 mil kwanzas, e em terceiro, o União Filhos da Terra, com 191 pontos e um prémio 300 mil kwanzas. Na classe infantil, o vencedor foi o grupo Triunfo-VIH/Sida, com 246 pontos, que recebeu 300 mil kwanzas. Nos lugares imediatos ficaram o Mundungo, com 238 pontos e o Muatchiyanwa, com 243.O segundo classificado recebeu 250 mil kwanzas e o terceiro, 200 mil.

 

 

O grupo Simpa Mbungue, na classe de adultos, apresentou a melhor dança tradicional, que lhe valeu um prémio de 400 mil kwanzas.

 

 

O Sobreviventes do 4 de Abril, na classe infantil, foi o vencedor desta categoria, cabendo-lhe um prémio de 300 mil kwanzas. Nesta edição participaram 32 grupos, dos quais apenas oito de adultos.

 

O vice-governador para o sector político e social, Pedro Camelo, prometeu que nas próximas edições vai haver mais apoio financeiro para permitir o aumento o valor dos prémios e a introdução de mais categorias, como a de melhor rainha e dança moderna.

 

Fonte: Jornal de Angola 

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo