Grupo SSP volta aos palcos para assinalar 20 anos

Grupo SSP volta aos palcos nacionaisLuanda - O grupo angolano SSP volta a exibir-se neste sábado, três anos depois da sua última aparição pública, para um espectáculo programado para o Estádio dos Coqueiros, em Luanda, com o intuito de recolher imagens para a gravação de um DVD ao vivo.

 

Segundo o músico Big Nelo, porta-voz e fundador do grupo, em declarações hoje à Angop, o show, que contará com convidados,  preferindo manté-los sob anonimato, é mais uma oportunidade de os quatro membros voltarem a brindar os fãs com o que de melhor produziram enquanto estiveram no auge.

 

“Temos um nome e um mercado a defender. O grupo está na história da música angolana, pois tem o privilégio e a honra de ter introduzido o hip hop e o rap no mercado angolano, razão pela qual, apesar das adversidades, devemos honrar os compromissos com os fãs”, reforçou.

 

O músico afirmou que, como forma de brindar os fãs que acompanham e acompanharam o grupo ao longo desta trajectória,  decidiram apostar num espectáculo ao vivo, uma forma de fazer algo diferente.

 

“Temos condições para realizar um espectáculo ao vivo, tendo em conta que pretendemos fazer algo diferente. Quando acertamos a realização do show, decidimos que tínhamos que fazer coisas diferentes e uma delas é ao vivo. Ensaiámos com a banda durante muito tempo e, portanto, está tudo aposto para que os fãs possam viver momentos de muita alegria à base de muitas surpresas”, adiantou.

 

Apesar de estarem separados há bastante tempo, Big Nelo diz não ser motivo de entrave para a realização de um espectáculo memorável. “Sabemos todos o que cada um deve fazer em palco e não é por estarmos separados que as coisas não poderão correr bem, alias, é uma razão para mostrarmos que apesar de tudo ainda existe sintonia entre os quatro”, disse.


Adiantou que o guião artístico será inteiramente preenchido por temas que marcaram a carreira do grupo, entre as quais "Tell me baby", "Eu sei que ela me ama", "Miúda", "Sim ou não", "Eu só quero te amar", "Reis da noite", "Pitanga boa", "Olhos café", "Etu mwangola", "Punidores da fofoca", "Operação alfa", "Táctica lírica", "Abandalho", "Te quiero", "Eu te confesso", "Deus", "Promessa eterna" e "Amiga".

 

Fundado na década de 1990, o grupo SSP, que contava inicialmente nas suas fileiras com Big Nelo, Paul G, Jeff Borwn e Kudy produziram os discos "99% de Amor", "Alfa" e "Odisseia".

 

Já com apenas Big Nelo e Jeff Brown, após as saídas de Paul G e Kudy, em 2000, os fãs tiveram em mão "Amor e Ódio" e "Momentos da Trajectória".

 

Desde o seu surgimento, o grupo conquistou os prémios de Melhor Álbum e Melhor Grupo de Hip-Hop, em 1997, com o disco "99% de amor", pela Rádio Luanda, bem como melhor álbum e grupo de hip-hop/rap de Angola e Moçambique com "Odisseia" pela RTP/África.

 

Ainda com este disco ganharam o prémio Vidisco, em 1999 e, com o álbum "Alfa", conquistaram os prémios de Melhor Disco, Grupo Hip-Hop/Rap e Melhor Marketing, em 2000.

 

Em 2002 foram considerados Melhor Grupo de Música Moderna no Concurso Moda Luanda.

 

Fonte: Angop

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo