Gersy Pegado das Gingas prepara CD a solo

 

Habituada desde tenra idade ao sucesso, com o histórico grupo Gingas do Maculusso, a cantora angolana Gersy Pegado voltará as atenções, a partir de Dezembro, ao plano de publicação do seu primeiro CD a solo, que quer distribuir em vários cantos do país.

Vocalista principal das Gingas, a cantora está ainda centrada na publicação da colectânea "Gingas 30 Anos", um leque de seis discos do grupo que chega às bancas a 13 de Outubro, mas quer encerrar o ano com o seu primeiro produto da carreira individual.

 

"As Gingas vão agora oferecer ao público aquilo que foi o resumo da nossa longa carreira artística. Dia 13 de Outubro, faremos o lançamento de uma colectânea com seis discos e também um livro com depoimentos, além de várias fotos da nossa trajectória. Daí em diante, vou começar a promover o meu álbum  a solo, que pretendo apresentar em Dezembro ou em Janeiro", informou a cantora à Angop à margem da Feira dos Municípios e Cidades de Angola.

 

Gersy Pegado, que iniciou a carreira no programa Pió-Pió, da Rádio Nacional de Angola, na década de 80, disse ser um álbum com músicas completamente inéditas, nada ligadas ao projecto Gingas.

 

O trabalho ainda está sem título definido e sem um número de canções definitivas, que serão escolhidas de um leque de quase 20 temas. A ideia é publicar um CD com pelo menos 13 a 14 músicas.

 

"O disco é uma produção Avilupa Kuimbila, todo ele composto pela professora Rosa Roque", explicou.

 

A cantora acrescentou que este trabalho a solo traz uma diversidade de ritmos, tais como semba, balada angolana e soukuss, este último género gravado com o congolês democrata Awilo Lomgomba.

 

Diferente dos CD das Gingas, disse ter trabalhado neste projecto com poucos convidados, sendo as referências Dodó Miranda e Awilo Longomba.

 

Ainda assim, contou as participações de Gabriel Tchiema, Carlitos Chiemba e Nguambi Montel, este último falecido recentemente.

 

Foi um dos instrumentistas que mais esteve ligado, a par da banda Semba Masters, ao projecto Gingas.

 

Colectânea das Gingas terá cópias limitadas   

 

A cantora informou, por outro lado, que a colectânea das Gingas terá um número limitado de exemplares, devido aos custos de produção, mas os grandes fãs do grupo terão seguramente o produto.

 

"As cópias estão já a chegar a Luanda. Estamos a fazer um número bastante reduzido, porque a produção é muito cara e nós pretendemos fazer uma edição limitada. Só os coleccionadores e os reais fãs poderão ter esta caixa que traz os seis discos, que marcam os 30 anos de Gingas", disse.

 

"Tenho plena certeza que a Nação angolana acarinha e apoia o projecto Gingas. Portanto, peço que todos, dia 13 de Outubro, aproveitem a oportunidade única de marcar connosco este grande momento", concluiu a antiga companheira de Patrícia Faria, Paula, Josina Stela, entre outras.

 

Fonte: Angop

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo