Grupo angolano de hip-hop "Força Suprema" preso por roubo

Lisboa - Usam nomes como NGA, Masta, G-Don, BG ou Ice. Gravam videoclips com mulheres seminuas e carros de luxo como os rappers norte-americanos. Mas também atacam cafés à mão armada para roubar e espancar rivais de outros bairros de Sintra e da Amadora.


Sintra: Judiciária apanha cinco elementos da Força Suprema

E o mais insólito é que usam uma carrinha 4x4 onde ostentam o nome da banda – Força Suprema – para chegar aos seus objectivos. Cinco foram presos anteontem pela Secção de Roubos da PJ de Lisboa na posse de pistolas e um cassetete da PSP.


Ao que o CM apurou, trata-se de quatro angolanos e um cabo-verdiano, entre os 27 e os 30 anos, que no final de Setembro se dirigiram a um café em Queluz num automóvel e no referido todo-o-terreno com a inscrição Força Suprema. Na posse de uma pistola e duas caçadeiras de canos serrados atacaram três clientes, rivais com quem queriam ajustar contas. As três vítimas foram espancadas e roubadas e o
estabelecimento destruído.

 


Na operação que levou à detenção dos suspeitos, a PJ apreendeu duas pistolas de calibre 6,35 mm e o bastão usado por forças policiais.


Os cinco detidos, que ontem foram presentes ao juiz, são suspeitos de roubo à mão armada, ofensa à integridade física, posse de arma proibida e tráfico de droga – e a PJ continua a investigar a sua eventual ligação a outros crimes de grande violência.

 

Fonte: Correio da Manhã

 

 

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo