Filme "Vidas Cruzadas" supera "Conan o Bárbaro"

As empregadas do filme “Vidas Cruzadas” provaram ser bem mais fortes do que “Conan o Bárbaro” e os outros três lançamentos deste final de semana, ao obterem o primeiro lugar nas bilheteiras, com 20,5 milhões de dólares nos Estados Unidos e Canadá, informou ontem a Reuters.

 

“Vidas Cruzadas” subiu do segundo lugar na semana passada para o primeiro lugar, com críticas excelentes, segundo informações divulgadas ontem pela distribuidora do filme, a Walt Disney Co. O filme mostra as relações entre as mulheres brancas no Mississipi e as suas empregadas negras, na década de 1960.

 

Até agora “Vidas Cruzadas” superou as expectativas, arrecadando um total de 71,8 milhões de dólares. “Nós sempre esperámos que o filme fosse um sucesso. A maneira como o público está a reagir ao filme indica que foi exactamente isso que aconteceu”, disse Dave Hollis, vice-presidente executivo de vendas e distribuição de filmes da Disney.

 

O antigo líder de bilheteira, o filme de ficção cinetífica “O Planeta dos Macacos: A Origem” desceu para o segundo lugar, com uma projecção de vendas de 16,3 milhões de dólares, sobre a mais recente versão do conto clássico sobre chimpanzés geneticamente melhorados que começam uma revolução. Dos novos lançamentos, o filme “Pequenos Espiões: All the Time in the World” saiu-se melhor, ficando no terceiro lugar com 12 milhões de dólares.

 

“Considerando o mercado dasestreias cinematográficas deste fim-de-semana, estou satisfeito com os números”, disse Erik Lomis, presidente de distribuição da produtora americana The Weinstein Co, que lançou o filme.

 

“Conan o Bárbaro”, reedição do filme que lançou a carreira de Arnold Schwarzenegger, foi o quarto classificado no final de semana, arrecadando 10 milhões de dólares, valor abaixo das expectativas. Jason Momoa, que apareceu recentemente na série do canal de TV HBO “Games of Thrones”, interpreta o papel principal nessa versão actualizada.

 

Criado pelo escritor norte-americano Robert Howard, em 1932, Conan da Cimeira é a maior personagem da literatura de fantasia heróica.  Depois da sua estreia, na revista “Pulp Weird Tales”, o seu autor escreveu mais 19 histórias e um romance da personagem. Outros escritores de renome também criaram histórias de Conan ou reescreveram contos, a partir de sinopses e fragmentos originais, depois de 1936, ano em que Robert Howard se suicidou.

 

Fonte: Jornal de Angola

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo