Filha de Paul Walker leva marca Porsche a tribunal

Meadow Walker, filha do actor Paul Walker, falecido em Novembro de 2013, decidiu processar a marca Porsche por considerar que a morte do seu pai deveu-se a falhas de design e de segurança no carro onde seguia Paul Walker na altura do acidente fatal.

Meadow Walker deu entrada do processo em tribunal esta segunda-feira (28), no qual declara que o Porsche Carrera GT, onde estava o seu pai, apresentada várias falhas de design e segurança, o que poderá ter originado o trágico acidente, revela o TMZ.

Os advogados de Meadow Walker argumentam que o Porsche tinha os dispositivos de segurança deficientes, nomeadamente o cinto de segurança, que prendeu Paul Walker no banco do passageiro, partindo-lhe a coluna e pélvis.

Além disso, o processo refere que o motorista, Roger Rodas, se encontrava entre os 101 a 114 quilómetros por hora quando perdeu o controlo do automóvel. Vinte minutos depois, a viatura ter-se-á incendiado, quando o actor ainda estaria vivo.

A Porsche recusou-se a comentar o assunto, adiantando apenas que ficou provado que o acidente ocorreu devido "a condução imprudente e velocidade excessiva".

Fonte: Caras

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo