Félix José Couto Fontoura, o angolano actor de cinema

Félix José Couto Fontoura é um jovem actor angolano de cinema, teatro e televisão que desde os seus 11 anos, em 1984, evidenciou queda pelaa arte de cantar. Na altura frequentou os programas infantis da Rádio Nacional de Angola e da Televisão Pública de Angola, “Rádio Piô” e o “Carrossel”. É também encenador, bailarino e músico. Nesse ano, Félix Fontoura venceu um dos programas especiais do “Carrossel”, no concurso de dança.

 

Nasceu em Luanda, no Bairro Rangel, a 14 de Setembro de 1973 e cresceu na Rua Terra Nova. Depois de vencer o concurso de dança promovido pela TPA, através do programa infantil   “O Carrossel”, Félix Fontoura apostou seriamente na dança tendo como coreógrafos os professores “Belita Pop” e  “Americano”.

 

Anos depois formou o seu próprio grupo “Jackson Boy” maioritariamente composto por jovens que estavam quase a atingir a idade de cumprir o serviço militar. O facto de nessa altura o país estar em guerra fez com que grupo teve pouco tempo de existência, pois muitos dos seus elementos imigraram para Portugal. Em 1990 já tinha 17 anos, como não quis ir à tropa e fugiu para Lisboa.

 

Em Portugal, começou a trabalhar na construção civil para poder sobreviver. Ainda em Lisboa procurou concretizar o seu maior sonho de ser um grande bailarino. Félix Fontoura conta que num belo dia leu no jornal “Correio da Amanhã” um anúncio a pedir actores e bailarinos para a gravação de uma série musical da autoria de Filipe La Féria, um dos melhores produtores e encenadores de músicas das artes cénicas portuguesas. “Foi em 1997 que fiz um casting para a dança onde também estiveram muitos jovens que também procuravam ser projectados no mundo das artes. Felizmente fui seleccionado para gravar a série”, disse. 

 

A concretização do sonho

 

No mesmo ano gravou a série “Camaleão Virtual Rock” de Felipe La Féria. Um ano mais tarde foi convidado para ser o actor principal do Filme “Zona J” (vencedor dos Globos de Ouro em Portugal), do realizador Leonel Viera, com a produção de Tino Navarra sendo assim projectado para o mundo do cinema.

 

Dois anos depois foi igualmente, a segunda figura da película “Inferno”, do cineasta Joaquim Leitão e venceu o concurso de dança do programa “Uma Noite de Sonho” de Catarina Furtado e que foi exibido na SIC. Passado um ano foi protagonista da telenovela “Todo o tempo do mundo” e das peças teatrais “Rosa tatuada”, de Filipe La Feria, “Passarinhos passarão”, na Sitcom, “Concertos na cave”, de Nicolau Breyner e das séries “Mãos à obra” e “Milionários à força”. A partir daí, Feliz Fontoura começou a passear toda a sua classe artística em Lisboa, onde residiu 21 anos.

 

Começou a conquistar os corações dos angolanos quando em 2009 foi convidado para participar na série cómica “Makamba Hotel”, da Zimbo TV, canal televisivo nacional, interpretando o papel de “Ruizinho do Sambila”. Questionado sobre a facilidade de se adaptar em Portugal, respondeu que confessa que não foi difícil se ambientar naquele país europeu. Acrescentou ainda que até aos de hoje não consegue explicar como se adaptou tão rápido com o povo português. Félix Fontoura revelou que o Filme “Zona J” lhe abriu outras portas para o cinema português tendo contracenado com actores como Nicolau Brayner, Ruy de Carvalho, Miguel Hurst, Rita Ribeiro, Daniel Martinho e João Baião.

 

Para Félix Fontoura, a séria “Makamba Hotel” foi uma forma de poder contribuir para o cinema angolano participando na gravação da série cómica da Zimbo TV. Considera que foi um sonho ter participado na série “Makamba Hotel” que teve boa selecção de actores angolanos.

 

De regresso ao país

 

De regresso ao país, Félix Fontoura revelou os seus projectos, destacando a peça de teatro que já está a ser concluída, “O Regresso”, uma obra de humor que fala da realidade angolana, desde as zungueiras ao regresso dos seus compatriotas que estão na diáspora com pensamento fixo em Angola. Explicou que está a envidar esforços para que a peça “O Regresso” seja exibida ainda este ano em vários palcos de Luanda. Ainda para este ano, Félix Fontoura agendou o lançamento do seu primeiro trabalho discográfico cantado no estilo semba.

 

O disco que está a ser gravado em Portugal tem 10 faixas. Confessou que gostaria de ter a participação na gravação do disco de músicos como Yola Araújo, Yuri da Cunha, Puto Português, Calo Pascoal e Pérola.   Actualmente, Félix Fontoura tem dividido o seu tempo entre a representação nos palcos teatrais e no seu projecto musical que visa colocar no mercado o seu primeiro trabalho discográfico.

 

Félix Fontoura tem a formação artística de intérprete e argumentista, tendo participado em vários trabalhos de arte de representação. Como bailarino esteve em diversos programas televisivos de entretenimento em Portugal, como o “Festival da Canção da RTP” e “Jogos Sem Fronteiras”. Fez parte da gravação da telenovela portuguesa “Testamento”, na curta-metragem “Vejo-te Quando lá Chegar” de Felipe Henrique, na série “Morangos com Açúcar” e na peça teatral “Lisboa Invisível”, em 2007.

 

Estar entre os melhores

 

Através do Filme “Zona J” fiz parte dos quatros melhores actores do cinema em Portugal seleccionados para os Globos de Ouro e de que viria a sair vencedor.

 

Félix Fontoura Responde:

 

Como se adaptou artisticamente em Portugal?

 

Confesso que não foi difícil me ambientar em Portugal. Até hoje quando me perguntam do sucesso que fiz em Lisboa não consigo explicar de como me adaptei tão rápido com o povo português.

 

Como atingiu o auge no mundo do cinema?

 

Sem medo de errar, penso que foi o filme “Zona J”, onde fui a personagem principal da película. Este filme deu uma grande abertura na minha carreira porque não é fácil ser escolhido para ser o protagonista da película onde teve a participação de muitos actores.

Como é que surgiu o convite para a série “Makamba Hotel”?

 

Foi convidado devido ao sucesso que fazia em Portugal. Aceitei por ser a grande oportunidade de poder contribuir para o cinema angolano e por estar também fora de Angola há 21 anos

 

Fonte: Jornal de Angola

platina line, platina line angola, portal platina line, portal platina line angola, platina line facebook, site platina line, site platina line angola

 

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo