Famosos angolanos revoltados com morte de Rufino

A morte do adolescente, Rufino António, de 14 anos, causada por um disparo de arma de fogo de um militar, no passado sábado, durante demolições de casas no Zango III, em Luanda, está a causar indignação nas redes sociais.

Várias figuras públicas angolanas mostraram-se revoltadas com a morte do adolescente, que tinha como sonho ser Polícia, e que acabou morto por um militar, simplesmente por tentar impedir que demolissem a sua casa.

Pedidos de Justiça e imagens de condolências, são os conteúdos mais divulgados nas últimas horas por algumas figuras públicas, como o caso de Kid MC, MCK, Victor Hugo Mendes, Dog Murras, Pérola, Preto Show, Helga Fêty, C4 Pedro, Fredy Costa, Big Nelo, Yuri da Cunha, entre outros.

Leia algumas mensagens:

Kid MC: “É nestes momentos que sinto vergonha de ser angolano. Matar um miúdo de 14 anos por não aceitar que a sua casa fosse demolida é desumano. Que necessidade é que tinham de premir o gatilho contra um miúdo desarmado? (…) Tem de haver justiça, a morte deste rapaz não pode passar em branco como se nada tivesse acontecido. Queremos Justiça!”

MCK: “Rufino é apenas mais um nome que entra na estatística das várias vítimas de repressão em Angola. A lista é longa, e a próxima vítima pode ser você. Cuidado com a cumplicidade do teu silêncio”

Pérola: "Pelo Rufino... Pelos Rufinos da vida! "Amar o próximo como a si mesmo" está difícil pah! Mais amor ao próximo por favor"

C4 Pedro: "Ensino básico!! CRIANÇA = FUTURO DO AMANHÃ RIP Pequeno #Rufino #ADEUSFUTURO"

Helga Fêty: “Perdemos o filho, perdemos a casa, não temos dinheiro para dar um funeral digno ao nosso Rufino”

Victor Hugo Mendes: "Ando farto dos excessos das nossas autoridade e da frieza com se calam perante casos que envolvem vidas humanas"

Dog Murras: "Não, não, não, num é verdade o que XTó ver!!! A cada noite construímos um sonho de que Angola poderá ser um dia. A Incerteza é Grande, mas, teimosos seguimos Marchando em busca deste Sonho. Lutando contra a triste Realidade que Sempre nos Prova o Contrário. Lutando Contra esta Diabólica Inversão de Valores que Todos os dias tenta nos convencer de que O certo é Mau e Anormal e o Errado é Bom e deve ser Institucionalizado. 
 
Eu, pessoalmente sempre manifestei a minha indignação pelo ERRADO, porque Não é sinal de saúde estarmos BEM adaptados a uma sociedade doente. Mesmo sabendo que isto me custaria a perda do apoio de muitos (Desnecessários) e me levaria a uma jornada quase isolado da Terra que me viu Nascer. Mas foi exatamente nesta curva da Vida que conheci pessoas Ricas, que me ofereceram O conhecimento como Patrimônio do mundo e que me fizeram nascer de novo, Livre na forma de Pensar e Agir. Foi Daí que comecei a Sentir a sensação inexprimível do Valor da Liberdade. 
 
Claro que todos Nós somos OBRIGADOS a usar a nossa consciência Crítica em prol da Estabilidade Social. Mas já sei porque fica difícil; O problema é que muitos Mangops vivem já na certeza de que são Fracos, Cobardes, Impotentes, Corruptos, Preparados só pra Empatar os Outros. Tanta Boca, Tanto Truque, Ah porque Somos, Ah porque Podemos, Ah porque fazemos, mas Môs Manos, Deixemos de Si Fingir, porque a Verdade é que "Num samo nada nós todo", e Num passamos d´uma NAÇÃO CORAGE!!! Mas, EU quero uma Angola Melhor, e nem que seja o último suspirar dos meus anseios É para Esta Angola que eu vou trabalhar incansavelmente. Môs sentimentos pro Mô povo, Pro Mô Zango, pro Mô Kandengue Rufino que é só menos um dos Milhões que irão pro mesmo Buraco. Ndolo ku Muxima!!!"

Yuri da Cunha: "Não quero julgar de ânimo leve . As forças armadas têm sido o garante da paz e estabilidade em Angola . Que que se punam os culpados . Paz à alma do Rufino"

Fonte: Jet7 Angola

(Foto: Reprodução)

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo