Ex-miss Venezuela e marido assassinados em assalto

Ex-miss Venezuela e marido assassinados em assaltoA ex-miss Venezuela e actriz Mónica Spear Mootz, de 29 anos, foi assassinada a tiro na noite de segunda-feira por vários homens armados que assaltaram a viatura em que circulava.

 

O automóvel em que seguiam avariou na estrada que liga as localidades de Valência a Puerto Cabello (200 quilómetros a oeste de Caracas) e os assaltantes assassinaram ainda o seu marido, o empresário, Thomas Henry Berry, de 49 anos de nacionalidade irlandesa, e feriram a sua filha de cinco anos numa perna.

 

A ministra venezuelana de Comunicação e Informação, Delcy Rodríguez, condenou o assassinato, enviando os seus pêsames a familiares da actriz venezuelana e assegurando no Twitter que "já estão em marcha as investigações para encontrar os responsáveis deste lamentável facto", aos quais "se aplicará todo o peso da lei".

 

Quem não demorou a reagir foi o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, que anunciou que o seu Governo terá "mão de ferro" contra os assassinos de "homens e mulheres de bem" no país.

 

"Quem matar vai ter uma resposta com mão de ferro, com autoridade democrática, com a Constituição na mão, mas não podemos aceitar isso, que ninguém duvide. Queremos a paz", disse.

 

Mónica Spear Mootz vivia com a família nos Estados Unidos e tinha perseguido uma carreira de actriz e modelo depois da sua vitória no concurso de beleza.

 

Fonte: Sapo / Lusa

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo