Estrelas da música angolana abrem FestiSumbe 2013

O 13º Festival Internacional de Música do Sumbe (FestiSumbe) começa hoje e prossegue amanhã, na Marginal, com um elenco seleccionado para corresponder às expectativas da iniciativa, este ano organizada pela Casa 70.

 

O responsável pela área técnica da organização, Rui Gonçalves, garantiu estarem reunidas as as condições em termos de som e de iluminação para proporcionarem um espectáculo à dimensão do FestiSumbe.

Além da bancada principal do palco, foram montados mais “duas especiais na zona VIP destinadas a governantes, convidados e familiares dos músicos”.


A cidade tem sete hotéis, 30 hospedarias e 53 restaurantes e a organização montou num local adjacente ao dos espectáculos 140 tendas de vendas de vários produtos, entre os quais “comes e bebes”.


Outras tendas estão em funcionamento desde a abertura do programa da semana cultural do FestiSumbe para venda de diversos artigos, como peças de artesanato, CD de artistas nacionais, trajes africanos e bijutarias.


Segurança do local


O porta-voz do Comando Provincial do Kwanza-Sul da Polícia Nacional, superintendente Rodolfo Jorge, anunciou terem sido mobilizados mais de mil efectivos da unidade de Protecção Civil e Bombeiros, Serviço de Emigração e Estrangeiros, Brigada Especial de Trânsito, Polícia de Intervenção Rápida (PIR), uma esquadra de helicópteros e a Brigada Canina para garantirem a segurança do festival. O Comando Provincial, referiu, vai ser reforçado com efectivos da Polícia Nacional de Benguela e do Huambo, que podem intervir com helicópteros e uma Esquadra Marítima.


Estas unidades têm a missão de controlar a costa entre Porto Amboim e Sumbe. A acção da Brigada Especial de Trânsito (BET), declarou, está centrada nas Estradas Nacionais 100 e 120, onde os efectivos vão procurar sensibilizar os automobilistas sobre a importância da condução prudente na prevenção de acidentes.


Elenco artístico


Nesta 13ª edição do FestiSumbe participam artistas nacionais e estrangeiros. Hoje actuam Jair, Gutto, Arsénio Morais, Coreon Dú, Big Nelo, C4 Pedro, Don Kikas, Banda Maravilha, Kweno Ayonda, Margareth do Rosário, Bangão, Ary, Edmásia, Mikas Mendes, Johnny Ramos, Puto Português, Bebucho que Kuía, os Lambas e o DJ João Lopes.


Amanhã, último dia de espectáculos, actuam, entre outros, os músicos Ti Cardoso, UB 40, Cristo, Konde, Eduardo Paim, Yola Araújo, BWG, Man Sembila, Banda Voga, Sabino Henda, Justino Handanga, Bessa Teixeira, Irmãos Almeida, Yuri da Cunha, Zona 5, W-King e o DJ João Alves.


O Festival Internacional de Música do Sumbe, enquadrado nas festividades do aniversário da província do Kwanza-Sul, que se comemorou no dia 15, é considerado pelo Governo Provincial “uma jornada social e cultural que ajuda a aproximar, pelas artes, a tradição e os hábitos locais”.


Entre as actividades deste ano contam-se uma palestra sobre “Impacto Sociocultural do FestiSumbe” e outra subordinada tema “O Impacto Negativo do  VIH e das Drogas na Sociedade” e três feiras: uma sobre a sinistralidade rodoviária, outra do livro e do disco e a terceira, de gastronomia.


A venda de discos e assinatura de autógrafos e a realização de um festival infantil e de um torneio de futebol também constam do programa da semana cultural desta 13ª edição do FestiSumbe.

 

Fonte: Jornal de Angola

 

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo