Escritor angolano «John Bella» reconhecido no Brasil com diploma

Escritor angolano «John Bella» reconhecido no Brasil com diploma

 

Luanda - O escritor angolano John Bella segue viagem, sábado, para o Estado de Salvador da Bahia, Brasil, onde receberá, no dia 12 deste mês, o "Diploma de Personalidade de Importância Cultural" da União Baiana de Escritores (UBESC), pelo romance "O Regresso da Rainha Njinga".

 

Esta distinção, segundo o escritor que falava hoje, sexta-feira, à Angop, é fruto do valor que os escritores e a sociedade brasileira deram ao romance sobre a rainha Njinga, lançado em Abril deste ano, naquele país sul - americano, e que retrata facetas importantes da história desta rainha de Angola.

 

Para John Bella, os brasileiros se revêem na história africana, em especial de Angola, porque, aquando da colonização, muitos foram os angolanos deportados para o Brasil e outros países do mundo para servirem em trabalhos forçados, num evento que se veio a chamar tráfico de escravos.

 

“Desta forma, aquando da minha presença no Brasil, em especial no Estado da Baiha, proferi palestras e lancei o meu romance sobre a rainha Njinga, que teve muita aceitação dos escritores e outras personalidades deste país irmão, o primeiro a reconhecer a independência de Angola a 11 de Novembro de 1975”, asseverou.

 

Este galardão de Personalidade de Importância Cultural vem assim, apontou, reconhecer o valor do trabalho investigativo que os africanos, em especial angolanos, fazem para dar ao mundo aspectos não narrados antigamente e que hoje a nova geração precisa de saber.

 

John Bella informou ainda que está a fazer tudo para voltar a proceder a venda do livro “ O Regresso da Rainha Njinga” e “ Os primeiros Passos da Rainha Njinga”.

 

Esta distinção, esclareceu, enquadra-se no IV  Encontro de Escritores Baianos que decorre de 10 a 12 na Biblioteca Pública do Estado da Bahia, em Homenagem a Wagner Américo, o “Poeta das Flores”.

 

O romance "O Regresso da Rainha Njinga", lançado em 2012, pela primeira vez, faz parte de uma trilogia onde consta "Os Primeiros Passos da Rainha Njinga", apresentado a público em 2011 e restando, para conclusão "Os últimos Passos da Rainha Njinga", que o autor pretende lançar em 2015.

 

A particularidade desse trabalho deve-se, sobretudo, ao facto do escritor ter recorrido a fontes escritas, acerca da Soberana do Império Ngola, Mwene Njinga a Mbande, em vários arquivos espalhados pelas diversas bibliotecas no estrangeiro, mas, sobretudo, John Bella deu grande atenção a tradição oral, ainda significativamente viva, entre alguns mais velhos do Cuanza-Norte, Malanje, Bengo, Ilha do Cabo e partes do Cuanza-Sul.

 

Fonte: Angop

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo