Ernesto Bartolomeu vence Prémio Maboque de Jornalismo

ernesto_bartolomeuO jornalista Ernesto Bartolomeu, da Televisão Pública de Angola (TPA), venceu esta terça-feira à noite, em Luanda, o Prémio Maboque de Jornalismo, edição 2009.

Com este prémio, o jornalista da TPA arrebatou 80 mil dólares norte-americanos e um galardão.    Durante a gala foram ainda distinguidos os jornalistas César Kangue, da Rádio Nacional de Angola (RNA), com o prémio Línguas Nacionais, tendo direito a 10 mil dólares.

A Menção Honrosa, no valor de 30 mil dólares, foi para o jornalista da Luanda Antena Comercial (LAC), Mateus Gonçalves. O prémio Imagem do Ano foi atribuído ao fotógrafo

do Jornal de Angola (JÁ) Francisco Bernardo, que embolsou a quantia de 20 mil dólares. Para a Reportagem do Ano, o júri presidido por Alves António distinguiu a equipa da TPA que fez a cobertura da visita do Papa Bento XVI, tendo recebido 20 mil dólares.

O prémio Revelação ficou com o jornalista Gabriel Veloso, da Rádio Luanda, que recebeu da organização uma viatura de marca Suzuki Jimmy. O jornalista Manuel Vieira levou os 10 mil dólares destinados ao vencedor da categoria de Locutor do Ano.
 
Além do valor financeiro, os contemplados receberam ainda um galardão. Instituído em 1992 pelo Grupo César & Filhos, o Prémio Maboque de Jornalismo visa promover e incentivar o jornalismo angolano, no reconhecimento da sua importância para a consolidação da democracia e desenvolvimento do país.
 
Prémio sobe para 100 mil dólares

Vencedor do Prémio Maboque 2009, afirmou que a sua distinção resulta do rigor, dedicação e da persistência em prol do jornalismo angolanoO presidente do grupo César&Filhos, Armindo César, anunciou nesta terça-feira à noite, em Luanda, que o valor a ser atribuído ao vencedor da edição 2010 do Prémio Maboque de Jornalismo será de 100 mil dólares, ao contrario dos 80 mil atribuídos este ano.

Dirigindo-se aos presentes na gala realizada no Cine Atlântico, em Luanda, Armindo César avançou que o aumento do valor do prémio é uma forma de ajudar os profissionais da classe a resolver alguns dos seus problemas.
 
“Tendo em conta a situação actual, marcada pela crise financeira mundial, a Maboque não podia ficar alheia aos problemas que os jornalistas enfrentam, sendo, portanto, uma das razões que está na base do aumento do valor do prémio a partir da próxima edição”, reforçou.
 
Armindo César anunciou ainda que, além do grande prémio, a organização vai também acrescer o valor do prémio referente à Menção Honrosa, passando dos actuais 30 mil para os 50 mil dólares. As demais categorias vão igualmente sofrer um incremento, passando para 25 mil dólares.

Fonte: Angop

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo