Entrevista com Marlene Amaro, apresentadora do Janela Aberta (TPA)

Marlene é uma mulher de 32 anos que sempre lutou  pelo que sonhava e conseguiu  atingir os seu objetivos com o apoio da sua família e do seu marido que esteve sempre do seu lado. Marlene é uma das nossas queridas apresentadoras da nossa televisão nacional e para quem não sabe ela também e cantora. Apreciada e admirada pelo seu publico…

 

Revista Platina: Fala-nos um pouco da sua trajetória como jornalista?

Marlene Amaro: Bem, quando terminei o médio de comunicação fui  trabalhar para a rádio, depois deixei a rádio para entrar para a faculdade católica para o curso de direito porque em Angola ainda não havia  faculdade de jornalismo nem de comunicação social, então fui  para o curso  direito que era também uma das minhas paixões.  Ao mesmo tempo em que fazia a faculdade de direito comecei a trabalhar na orion e depois de acabar a licenciatura de direito entro para a TPA onde estou até hoje.

 

Revista Platina: A Marlene é considerada uns dos grandes rostos da televisão nacional como se sentiu com esse status?

 

Marlene Amaro: Sinto-me  bem e contente mais também sinto uma grande responsabilidade perante ao meu público.

 

Revista Platina: Como surgiu o convite para ser apresentadora da janela Aberta?

 

Marlene Amaro: Eu já trabalhava na TPA na altura, foi então quando surgiu o casting para ser apresentadora do  janela aberta, fiz o casting e passei. Estou á cinco anos na TPA e á três no programa janela a Berta.

 

Revista Platina: Acredita ser importante ter concorrência para melhorar o que se oferece ao público?

 

Marlene Amaro: Claro que sim ate porque a concorrência faz com que nós melhoremos o nosso a trabalho, e sempre bom porque o nosso publico também tem que ter por onde escolher o seja uma escolha variada. Isso não me afeta e nem ao Sérgio. Ainda nos da mais força de vontade para continuar a melhorar o nosso programa.

 

Revista Platina: Como e que vocês escolhem os temas e como se prepararam para abordar no janela aberta?

 

Marlene Amaro:  Não somos  nos que escolhemos os temas é  a produção nos podemos e dar uma idéia e um palpite sobre algum tema. Mas a palavra final é deles. Nos só chegamos e abordamos os temas que nos são dados…

 

Revista Platina: A Marlene também é  cantora como e que surgiu esse bichinho pela musica?

 

Marlene Amaro: Esse bichinho já vem comigo desde pequena só que nunca dei vida a ela até  terminar o meu curso.  Voltei a pensar em ser cantora e cá estou consegui e tenho meu primeiro álbum que foi tudo feito por mim ate as composições.

 

Revista Platina: Musica de angola e em franco crescimento... , tem algum artista que admira?

 

Marlene Amaro: Tenho sim alguns como a yola Semedo, Yuri da Cunhada, Conde, Helvio entre outros…

 

Revista Platina:  O que mais anseia em alcançar na sua carreira profissional?

 

Marlene Amaro: Ter um programa meu e abraçar outros projectos alem do janela aberta …

 

Revista Platina:  Já se sente realizada profissionalmente?

 

Marlene Amaro: Acho que homem nunca se sente realizado, mais agradeço a deus todos os dias pelo que conquistei ate aqui…

 

Revista Platina: Qual e o balanço que a Marlene faz da sua carreira ate aqui?

 

Marlene Amaro: Faço um balanço agradável ate porque gosto muito do que faço, lutei muito para chegar aonde cheguei sinto-me feliz por isso…

 

   
  Fonte: RV Platina

 

 

 

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo