Elias Dia Kimuezo acusa Eddy Tussa de usar a sua música sem autorização

Elias Dia Kimuezo, um dos mais respeitados e prestigiados artistas angolanos, autor de vários sembas que marcaram a história da música nacional, lamentou o facto de Eddy Tussa gravar um dos seus temas sem a sua autorização.

Em entrevista ao site Rede Angola, Elias Dia Kimuezo afirmou que a juventude tem feito o semba de maneira “deturpada”, citando inclusive, o uso não autorizado de obras de outros artistas por parte dos jovens, como o caso de Eddy Tussa:

“A maioria fá-lo de forma deturpada, o que me chateia. Inclusive há indivíduos a gravarem e interpretarem músicas alheias sem autorização do dono. E isso aconteceu também comigo. O Eddy Tussa gravou uma música minha sem autorização e uma rapariga também fez o mesmo com uma outra minha música. A que o Eddy Tussa gravou, o título em português traduz-se em “Minha Canção”, e a miúda gravou o “Nzala”, afirmou.

Quando questionado se pretendia levar o caso à justiça, Elias Dia Kimuezo respondeu que não valia a pena, pois é uma tarefa da responsabilidade da União Nacional dos Artistas e Compositores:

Para fazer o quê? Nós artistas temos a União Nacional dos Artistas e Compositores (UNAC) para nos defender. Vamos ver no que isso pode dar, apesar de ainda não lhes ter levado essa preocupação. O pior é que essas músicas são comercializadas. Eles fazem muito dinheiro com elas. O Eddy Tussa ainda se dá o luxo de afirmar em público que com a venda dos discos comprou terreno e vai construir uma casa.”

O “Rei da música angolana” considerou uma falta de respeito, o uso não autorizado de músicas de outros artistas:

“Trata-se de um caso de falta de respeito, acima de tudo. E ainda é pior porque há uma série de músicas cantadas de forma deturpada, não só as minhas como as de outros artistas, porque esse miúdos não investigam e muito menos se chegam aos mais-velhos para saberem em que linha devem se manter, tendo em conta os vários ritmos tradicionais que temos, e mais ainda saberem o real significado das letras. Que valor vais dar à música se interpretas algo que nem conheces?”, concluiu.

Fonte: Rede Angola

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo