Direito de Resposta: Grupo Chiado desmente comunicado feito por Yuri da Cunha

Ao abrigo da Lei de Impensa, vimos por este meio, conceder o direito de resposta ao Grupo Chiado, em relação à notícia “Yuri da Cunha termina contrato com LS Republicano e Grupo Chiado”, publicada pelo Jet7 Angola, no dia 26 de Novembro.

Comunicado do Grupo Chiado, enviado esta sexta-feira (27), ao Jet7 Angola:

“Tendo em conta a notícia divulgada por V.Exas., sob o título "Yuri da Cunha termina ligação com a Produtora LS & Republicano", e ao abrigo da Lei de Imprensa, bem como do direito de resposta e rectificação, vem o Grupo Chiado informar o seguinte:

- Não temos, nem nunca tivémos, um contrato de representação e/ou agenciamento com o artistaYuri da Cunha.

Daqui decorre que, não existindo contrato o mesmo não pode ser rescindido e tão pouco incumprido

- Tendo em conta o comunicado divulgado, o agente do Sr. Yuri da Cunha será o Sr. Nelson Tavares, que assina o comunicado, pelo que a mesma função não poderia ser desempenhada pelo Sr. Zahir Assanali, e muito menos assacada qualquer responsabilidade

- O Grupo Chiado, apenas e tão só realizou com o artista Yuri da Cunha os seguintes eventos:

- 19 de Julho 2014, no Meo Arena, espetáculo comemorativo dos 20 Anos de Carreira.

- 15 de Novembro 2014, no Meo Arena, participação num espetáculo com vários artistas.

- 24 e 25 de Julho 2015, no Coliseu dos Recreios de Lisboa, o Grupo Chiado efetuou unicamente a abertura das bilheteiras, tendo a promoção e produção dos espetáculos estado a cargo das equipas do Sr. Yuri da Cunha.

Não existiu, nas situações acima descritas, qualquer incumprimento nos compromissos assumidos por parte do Grupo Chiado.

Há largos anos no mercado, o Grupo Chiado conta com uma equipa apreciadora e defensora da música, dança e cultura africanas desenvolvendo parcerias, projectos e eventos em Portugal, Angola, Cabo Verde e Moçambique.

Deste modo, a postura da empresa, e dos seus colaboradores, é a de dar a conhecer e divulgar as diferentes culturas, com o intuito de fomentar e fortalecer os laços entre países e povos que falam a mesma língua, preservando acima de tudo a verdade dos factos.

Assim, pelas afirmações efectuadas pelo artista Yuri da Cunha, não corresponderem à verdade, e muito menos terem qualquer suporte factual, emitimos o presente comunicado para reposição da verdade.”

Fonte: Jet7 Angola

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo