Chuva inunda casa de Yuri da Cunha em Luanda

Chuva inunda casa de Yuri da Cunha em Luanda

 

O músico angolano Yuri da Cunha viu sua casa ser inundada ontem, por volta das 5h:00 da manhã, devido as fortes chuvas que se fizeram sentir em Luanda.

 

A situação foi reportada pelo próprio músico, quando eram 5 da manhã, através do seu Instagram, na imagem o músico surge com um ar “bem-disposto” e com a língua de fora, apesar do prejuízo material causado.

 

Chuva inunda casa de Yuri da Cunha em Luanda

 

A verdade é que minha casa inundou e estou eu com minha pequena família limpando, enxugando toda água que cá entrou mas eu estou rindo fazendo palhaçada enquanto limpamos” – afirmou o músico.

 

Quando questionado pela sua prima que também estava a ajudar a retirar a água, o porquê de estar “alegre” visto que a casa inundou, Yuri da Cunha respondeu “Nós estamos vivos, respiramos”.

 

O músico lamentou a situação de muitas famílias na Samba, sem o mínimo de condições financeiras e cujas casas poderão ter desabado com as chuvas, tendo perdido tudo o que tinham.

 

Yuri da Cunha também desabafou: “Descobri que eu sou muito fraco e vaidoso porque tem gente que precisa de mim e eu pago garrafa de 300 usd na discoteca ao invés de ajudar gente que necessita realmente. De hoje em diante serei diferente viverei de outro modo, vou entender mais, ouvir mais e sobre tudo amar mais o próximo… E ainda assim te agradeço meu DEUS por esta chuva que me fez sentir na pele a obrigação de mudança e com certeza fará de mim um homem mais forte e melhor”.

 

Leia a mensagem completa de Yuri da Cunha:

 

5:00 da manha, hoje aprendi mais uma vez ou foi reforçado em mim que ninguém deve julgar ninguém sem antes conhecer, ou saber no fundo o que a outra pessoa passa. Você não vive comigo ou com aquela pessoa, como você pode dizer que eu tenho tudo que minha vida ou a dele é fácil, Pra quer ter inveja do outro se você também respira? Acredito que a vida é o bem mais precioso que DEUS nos deu e devemos nos orgulhar e fazer da nossa vida um celeiro de AMOR. Talvez conversa chata mas a verdade é que minha casa inundou e estou eu com minha pequena família limpando, enxugando toda água que cá entrou mas eu estou rindo fazendo palhaçada enquanto limpamos. e minha prima patrícia perguntou porque que o mano está tão alegre se a casa esta toda inundada? e eu respondi... NOS ESTAMOS VIVOS, RESPIRAMOS. DAQUI A POUCO A CHUVA PARA NOS VAMOS DORMIR. LEVANTAMOS E TEMOS COMIDA NA GELEIRA, EM FIM DEPOIS DE TUDO SECO CHAMOS ALGUÉM E VEM ARRANJAR TUDO. ELA OLHOU MUITO SERIAMENTE PRA MIM E DISSE... É VERDADE MANO KID TEM GENTE NA SAMBA A ESSA HORA QUE NÃO SABE O QUE VAI FAZER PORQUE A CASA DESABOU E NÃO TEM DINHEIRO PRA NADA E ME FEZ LAGRIMAR. Meu DEUS como estarão a suportar esta chuva tão forte e como suportarão depois do sol nascer não tem possibilidades financeira e perderão tudo nada que tinham? Descobri que eu sou muito fraco e vaidoso porque tem gente que precisa de mim e eu pago garrafa de de 300 usd na discoteca ao invés de ajudar gente que necessita realmente. De hoje em diante serei diferente viverei de outro modo, vou entender mais, ouvir mais e sobre tudo amar mais o próximo . E ainda assim te agradeço meu DEUS por esta chuva que me fez sentir na pele a obrigação de mudança e com certeza fará de mim um homem mais forte e melhor. YC

 

Fonte: Jet7 Angola

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo