Carreira de Waldemar Bastos em debate na União dos Escritores Angolanos

Músico angolano Waldemar Bastos Luanda - A carreira musical de mais de 20 anos do cantor e compositor de música popular angolana Waldemar Bastos será tema de debate num espaço designado "Encontro com Waldemar Bastos", a ser realizado nesta quarta-feira, na União dos Escritores Angolanos (UEA).
 
O acto inicia a partir das 18 horas no Jango da UEA, onde estarão presentes jornalistas, escritores, músicos, estudantes e fãs deste conceituado artista angolano, segundo uma nota de imprensa da UEA enviada hoje, segunda-feira, à Angop.
 
Em declarações hoje a agência de notícias do país, Waldemar Bastos, que foi distinguido em Maio do ano em curso na categoria Word do Internacional Songwritting Competition, com a canção "Sofrimento", do álbum "Pretazul", publicado em 1997, referiu ser imprescindível o artista angolano "fazer as coisas" como existem de facto, por haver uma força pela qual o mundo tende a valorizar o que não provem de outrem.
 
"Devemos ter orgulho dos nossos valores", afirmou Waldemar Bastos, sublinhando ainda a deixa da sua geração preocupada com a literatura e escrita, bem como a composição poética adoptada pela mesma.
 
Waldemar dos Santos Alonso de Almeida Bastos, conhecido como Waldemar Bastos, nasceu em MBanza Kongo, província do Zaire, a 4 de Janeiro de 1954.
 
Começou a cantar ainda criança, utilizando instrumentos do seu pai. Após a independência de Angola em 1975, emigrou para Portugal, com 28 anos de idade.
 
Publicou vários CD, como “Estamos Juntos”, 1983,“Angola Minha Namorada”, 1989,”Pitanga Madura”, 1992, “Pretaluz”, 1997, “Pretaluz-blacklight (Luaka Bop)",“Renascence (World Connection)”, 2004, e “Love Is Blindness”, 2008.
 
Fonte: Angop

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo