Cantor «Belo» acusado de formação de quadrilha

O músico brasileiro Belo, uma das referências entre o público angolano, está a ser acusado de formação de quadrilha com mais sete pessoas.

 

De acordo com o comandante que cuida do caso, Ademar da Silva Canabrava, a suspeita é de aplicação de um golpe à empresa Táxi Aéreo Poty.

 

A polícia abriu um inquérito para investigar o cantor Belo, que foi acusado de não pagar três cheques. “Fui de jacto, sim. Mas não contratei empresa nenhuma. Não assinei nada. Esse problema é da produtora. Se eles não pagaram, o que eu tenho com isso? Se o cheque fosse no meu nome e tivesse voltado, eu podia alegar um momento difícil, mas não é isso”.

 

Fonte: Jornal de Angola

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo