Candidata a Miss Luanda eleita hoje

A mulher mais bela da província de Luanda é conhecida hoje, durante a realização do concurso Miss Luanda/2012, no Clube das Palmeiras, no qual vão participar 27 candidatas à coroação.

 

As concorrentes seleccionadas representam os sete municípios e distritos de Luanda, explicou a presidente do Comité Miss Luanda, Cavisita Lemos, que abordou outros aspectos do concurso deste ano. “Com a eleição de Leila Lopes como Miss Universo, os critérios de preparação mudaram.

 

Damos uma melhor formação às concorrentes para estarem mais próximo do nível físico e intelectual da Miss Universo e saberem enfrentar condignamente os próximos desafios”, adiantou.

 

Por essa razão, a organização resolveu preparar as candidatas em questões relacionadas com o quotidiano e com a auto-defesa, relativamente aos assédios, à preparação para o mercado de trabalho e à própria vida como mulheres na sociedade. Durante a preparação, as concorrentes foram informadas sobre o trabalho do Executivo para as questões de política juvenil.

 

As candidatas a Miss Luanda assistiram a palestras que abordaram temas como o microcrédito, saúde pública, fomento da habitação, fundo de pensões, etiqueta e boas maneiras.

 

“Elas tiveram, ainda, aconselhamento espiritual, feito por igrejas, trabalho que contou com uma psicóloga, que tratou de aspectos comportamentais”, acentuou Cavisita Lemos, para quem a preparação das candidatas foi positiva, porque elas demonstraram crescimento e maturidade.

 

Além da beleza, acentuou, as candidatas precisam de mais requisitos, que dão continuidade à preservação da beleza.

 

O Jornal de Angola acompanhou o período de preparação das concorrentes, e conversou com algumas delas. Além da beleza, demonstraram ser inteligentes e auto-confiantes.

 

A candidata número cinco, Pesalina Leornado, é do município do Cazenga. Estudante do curso superior de Economia e de 19 anos, sempre sonhou participar num concurso de beleza.

 

Embora reconheça haver muita concorrência entre as candidatas, “porque todas elas são bonitas e inteligentes”, pretende dar o máximo para conseguir levar a coroa para o seu município. Jumelina Pedro Lutadica, concorrente número 21, é do município de Belas, tem 22 anos e frequenta o segundo ano de Economia. O seu grande objectivo é conquistar o troféu e contribuir para o desenvolvimento da província de Luanda.

 

Muvivana Carlos Henriques, a concorrente número um, concorre pelo bairro Golfe II. Estudante do segundo ano do curso de Gestão de Empresas, a jovem de 22 anos revelou-nos que foi a insistência dos seus familiares que a levou a participar no concurso de beleza.

 

“Desde pequena que era tratada como Miss no meu bairro, por isso sinto que possuo qualidades e capacidades para vencer”, afirmou a candidata, acrescentando que, caso vença, pretende trabalhar no combate à malária, à violência doméstica e à delinquência juvenil.

 

A 11ª concorrente, Celmira Engrácia Antunes, 20 anos, é estudante do segundo ano da Faculdade de Economia. Representante do distrito da Ingombota, considera que o concurso de beleza não deve ser apenas um meio de mostrar a beleza mas também a inteligência da mulher.  Por isso, disse não temer a concorrência e, caso vença o concurso, pretende colaborar em projectos de luta contra as drogas entre os jovens.

 

Orçamento do concurso

 

Cavisita Lemos confidenciou que, para a edição deste ano, vai ser realizado um espectáculo diferente, tendo como tema de fundo o “universo de Luanda”, em homenagem ao Comité Miss Angola e à Miss Universo 2011.

 

A organização gastou 335 mil dólares. Pretende-se, com o cenário montado, socializar a marca do Comité Miss Luanda, destacando a beleza da mulher luandense, através da ilustração do universo de culturas, sítios e monumentos existentes nos setes municípios da província de Luanda.

 

A edição deste ano também vai promover a amizade e a beleza entre as jovens candidatas, além da nova divisão política e administrativa de Luanda, composta, agora, por sete municípios. A atribuição do novo prémio denominado “Bessanganga”, é uma homenagem às instituições que têm contribuído para o desenvolvimento do mosaico empresarial da cidade de Luanda. 

 

Fonte: Jornal de Angola 

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo