Caló Pascoal defende maior formação musical dos músicos, promotores e editores nacionais

Músico Caló Pascola
Luanda - O artista angolano Caló Pascoal considerou,  hoje, terça-feira, em Luanda, ser imperiosa a formação musical dos cantores, promotores e editores do país, que devem pesquisar, com maior agressividade, as raízes típicas angolanas.
 
Em declarações à Angop, a propósito do estado actual da música angolana, o cantor realçou que “devemos todos ir à escola, buscar as nossas raízes e procurar valorizá-las, pois, só assim vamos sentirmo-nos nós e enquadrarmo-nos na mundialização. Para tal é preciso incentivo”.
 
Considerou louvável o apoio prestado pelo Executivo, mas disse ser necessário mais investimento e ajuda institucional aos produtores e editores.
 
Reconheceu que a música angolana registou um crescimento enorme na componente de produção, promoção e edição discográfica, desde 1990 a 2012, mas é necessário maior investimento na vertente de investigação e formação.
 
Fonte: Angop

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo