Anselmo Ralph “Vamos meter a cultura angolana acima de qualquer ego”

Anselmo Ralph “Vamos meter a cultura angolana acima de qualquer ego”

Anselmo Ralph deu uma entrevista ao site Revista Pop a respeito da recente polémica levantada por Tri Chu, que acusou a Platina Line de favorecimento dos B4 no show da queima das fitas, na cidade do Porto, em Portugal, onde Anselmo era o cabeça de cartaz do show.

Toda esta polémica começou quando a Platina Line publicou um vídeo com a participação dos B4 no respectivo show, dando a entender que se tratava de um show dos B4, excluindo o cabeça de cartaz, Anselmo Ralph “Assim foi o show da dupla B4 na cidade do Porto, em Portugal. Totalmente lotado!”, lia-se na publicação feita pela Platina Line.

Após deparar-se com esta publicação, Tri Chu acusou a Platina Line de favorecimento de determinados artistas angolanos e de causar separação entre os músicos, quando devia promover a união entre os artistas, visto estarem a levar o nome de Angola além-fronteiras.

Em resposta a toda esta polémica, Anselmo Ralph referiu que não pretende causar mais polémica nem pôr lenha na fogueira e diz que pela primeira vez a queima do Porto esgotou, e com duas grandes referências angolanas, e apenas isso importa, é isso que tem de ser promovido, pois, é a bandeira e a cultura angolana que está a ser promovida.

Apesar de ser actualmente o artista angolano de maior referência nacional e internacional, Anselmo afirmou que o seu trajecto internacional foi facilitado por outros músicos, como o caso de Paulo Flores, Eduardo Paim, Bonga, Don Kikas, Yuri da Cunha e Matias Damásio, e deixa um conselho “Vamos meter a bandeira acima de qualquer ego… Vamos meter a cultura angolana acima de qualquer ego… o resto é conversa”.

Veja o vídeo da entrevista:

Fonte: Jet7 Angola / Revista Pop

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo