Anselmo Ralph socorrido pela cruz vermelha durante show em Cabo Verde

Anselmo Ralph socorrido pela cruz vermelha durante show em Cabo Verde

 

O concerto de Anselmo Ralph, na cidade da Praia, teve um final inesperado nesta quinta-feira, dia 1 de Maio. A meio da sua actuação que decorria no estádio do Sucupira, na Achada de Santo António, o artista teve de desculpar a sua indisposição e terminar o espectáculo antes do final programado.

 

Foi socorrido pela Cruz Vermelha que lhe terá diagnosticado falta de repouso como o motivo da indisposição. Em declarações exclusivas ao SAPO Muzika Anselmo Ralph explicou o sucedido. "A partir da terceira música comecei a sentir-me mal, então tive de pensar ou saia naquele momento ou desmaiava. Já no backstage mediram-me a tensão e eu estava mesmo muito mal, ainda quis continuar o show, mas a produção disse mesmo que não", contou.

 

O concerto já seguia com quase uma hora de espectáculo, quando teve de ser interrompido. Mas antes disso, Anselmo Ralph ainda cantou “Sem ti”, “Estás no ponto”, “Curtição”, “Aplausos para ti”, “Primeira vez”, “Não me toca”. Músicas que foram recebidas por um público eufórico e emotivo a acompanhar todas as letras.

 

Já no início de “Assumir barulho”, o cantor interrompeu a música para pedir cinco minutos de pausa ao público, mas depois de sair do palco, a produção informou já não haver condições para o cantor continuar o espectáculo.

 

Anselmo Ralph avançou ao SAPO ter a intenção de falar com a produção no sentido de realizar um concerto de compensação ao público que esteve presente nesta quinta-feira: "Gostaria muito que as pessoas que conseguirem conservar a pulseira pudessem ser compensadas."

 

Por dedicar ao público ficaram as músicas: “Única Mulher”,” Tem cuidado”, “Vai com calma”, “Se fosse eu”, “O que adianta” e “Muito obrigado”.

 

No entanto, o espectáculo ainda teve outros prejuízos para a organização com uma falha de luz na actuação de Kataleya que durou quase uma hora, devido a um problema técnico do gerador. A fraca afluência do público e o atraso de cerca de 2h30 no início do espectáculo também foram outros pontos negativos.

 

Contudo, Anselmo Ralph considerou que continua a crescer no coração dos seus fãs. "Acho que já justifica vir mais vezes a Cabo Verde, a recepção foi definitivamente boa, tem sido nota 10, até ao final do ano eu tenho de voltar", avançou.

 

Da parte da produção, Zair Assanali, considerou que mesmo com o sucedido o concerto foi positivo: “O Anselmo chegou ao ponto mais alto de sempre, infelizmente hoje, por motivos físicos, excesso de viagens e de trabalho, tivemos estas consequências."

 

"Para nós da produção estamos contentes com o resultado, mas o Anselmo considera que não foi tão bom como nos outros concertos e vamos programar um segundo espectáculo este ano na cidade da Praia", sublinhou Zair Assanali.

 

O responsável pela produção avançou também que o concerto na ilha do Fogo, no dia 30 de Abril, “foi muito bom”, mas que na Praia esperavam maior adesão do público.

 

"Acima de tudo, éramos poucos mas bons", concluiu, sem referir o número de bilhetes vendidos até ao momento.

 

Kataleya levou público ao rubro

 

A artista brasileira Kataleya, que canta ritmos africanos, antecedeu a actuação de Anselmo Ralph e levou o público da cidade da Praia ao rubro com a sua energia em palco.

 

"Canto uma mistura da música africana e brasileira por que sempre gostei muito destes ritmos e sei que as minhas músicas tocam cá porque as pessoas gostam delas", contou na entrevista aos jornalistas antes de entrar em palco.

 

"É a minha primeira vez em Cabo Verde, estou muito feliz e vejo que o povo é muito alegre, eu nunca vi um país que vive tanto a música como aqui", contou.

 

Kataleya recebeu o público com “Hoje é hoje” e surpreendeu com “Maria Júlia” de Gil Semedo cantada em crioulo. “Eu adoro a vossa língua”, afirmou em palco.

 

A artista revelou que espera lançar o seu primeiro álbum até ao final de 2014.

 

O espectáculo que foi apresentado pelo DJ MC Sarabudja iniciou-se com a música do DJ Hebraico e com Hélio Cabral com o tema “Maré”. O espectáculo na cidade da Praia termina assim a tourné da "Dor do Cupido" de Anselmo Ralph em Cabo Verde.

 

Fonte: Sapo CV

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo