Álbum «Kwatsiru» do grupo Tchobari está a caminho

Álbum «Kwatsiru» do grupo Tchobari está a caminho

 

O grupo Tchobari, composto por Tchoboli e Sari Sari, é o criador do estilo Kwatsiru, que ficou marcado por músicas que ainda "batem" como "Quem mandou me nascer", "É malé", entre outras. O grupo de sucesso em entrevista, à radio Luanda, desvendou várias polémicas como o acontecido com Nagrelha, a relação com a família presidencial e com Game Wala.

 

Tudo começou com um pedido de Tchoboly para que Sari fizesse uma participação numa música do seu CD a solo. Sari já sabia que o colega de pprofissão era produtor, mas não conhecia o seu lado de cantor. Foi ao estúdio dele, no bairro Catambor, e ficou surpreendido com a qualidade dos beats e com a inovação sonora. Ali nasceu o kwatsiru e despertou a sua paixão por este estilo musical que tem uma grande mistura de vários estilos como semba, kuduro, house music e kwaito sul-africano.

 

No estúdio houve logo uma química que os fez gravar numa hora a música "Bring It". No dia seguinte, Sari voltou lá para fazer umas rectificações e ouvir melhor o que tinha sido feito e voltaram a gravar "Quem Mandou me Nascer". Algumas faixas depois, largaram a carreira a solo a favor da dupla que veio para ficar: "Tchobari". 

 

"É só alegria"

 

Tchoboly e Sari Sari estiveram recentemente em entrevista na rádio Luanda para falar da sua carreira e responder a alguns rumores polémicos que envolveram o nome dos artistas nos últimos tempos. Com Bismarque José a conduzir a entrevista, começaram por explicar o actual estado das suas carreiras.

 

"Graças a Deus a carreira da dupla tem se desenrolado melhor a nível nacional e internacional e devo dizer que é só alegria, temos feito vários eventos dentro e fora do nosso padrão musical. Nós começamos como todos começam, como bébés. Houve uma altura que estávamos a aprender andar e dois anos depois da nossa união, as produções, a qualidade sonora e o nome na rua melhorou. Temos feito mais shows e aparecemos mais vezes na televisão, achamos que isso é sinal de que as pessoas estão atentas. Temos sentido o carinho de pessoas que nunca pensamos receber e pretendemos lançar o nosso álbum intitulado “Kwatsiru” em Fevereiro do próximo ano."

 

Ainda quanto à carreira, a dupla agradeceu a Deus por tudo estar a correr bem, salientando que no ínicio da mesma ambos foram criticados única e simplesmente devido a preconceitos sociais, por virem de realidades diversas e serem diferentes um do outro fazendo com que muitos pensassem que não iriam dar certo. "Graças a Deus essas pessoas estiveram erradas e estamos aqui a trabalhar", contaram.

 

Game Wala continua amigo de Tchoboly

 

Tchoboly tem sido responsabilizado por algumas pessoas pela forma como o Kudurista Game Wala foi tratado depois da sua venda originando o  insucesso do cd. Quanto a esse ponto artista respondeu remetendo para a fase em que fazia parte  da Bons Ventos produtora culpabilizando as más bocas de terceiros:

 

"Eu ajudei o Game Wala, ele é um rapaz que começou como muitos começam: sem patrocínio e sem caminho para andar. Eu e o Mister K pegamos nele para trabalhar. Produzi  quase todo o álbum dele, arranjamos patrocínio e até tiramos dinheiro do nosso bolso. O problema é que quando as pessoas ganham fama aparecem sempre terceiras pessoas a influenciar alegando que estão a ser aldrabados entre outras coisas. Mas eu apenas sai da editora e deixei de trabalhar com ele mas somos amigos e irmãos."

 

Não é por ser afilhado de Ana Paula dos Santos que é diferente dos demais

 

Sharam Dinis é airmã mais nova de Sari Sari Já Sari sari, foi questionado sobre alguns membros de peso que tem na família e a contribuição dos mesmos para o seu sucesso. Na mesma senda o músico confirmou que é afilhado da primeira-dama, Ana Paula dos Santosa e revelou ser bom tê-la como alguém que esteve presente na sua educação desde pequenino. Contudo, realça que não é por isso que deixa de ser diferente dos demais, e, tal como a maioria dos músicos muitas vezes o grupo precisa de patrocínios para poder andar.

 

"Muitos acham que eu e ela [Sharam] não nos damos, mas é mentira"

 

"A Sharam é a minha irmã mais nova. Numa família de doze filhos, alguns de mães diferentes, ela é a única que é filha da minha mãe por isso sempre fomos muito ligados. Sempre nos demos bem com todos porque o meu pai ainda em vida sempre nos ensinou a estarmos unidos. Muitos acham que eu e ela não nos damos, mas é mentira. Nós crescemos juntos, vivemos na mesma casa e ela é a minha maninha. Muitas vezes liga-me para contar certas coisas da sua carreira, tanto as noticias boas como as más que não passam nas câmaras. Estamos sempre em comunicação pelas mais diversas formas e temos uma óptima relação."

 

A dupla falou também do desentendimento no show que deram no Cine África, onde tinham como convidado o mediático kudurista Nagrelha. "O meu irmão estava na segurança do concerto, quando, a caminho do camarim o dançarino do Nagrelha tentou entrar com uma garrafa de whisky e foi impedido. Isso gerou uma confusão e o Nagrelha chegou a dar uma bofetada ao meu irmão, mas nós evitámos que a situação se agravasse porque nenhum deles se conhece e não faria sentido existir lutas quando tínhamos programado oferecer uma grande noite de música aos fãs", explicou Tchoboly.

 

Sari Sari também quis explicar o sucedido e sublinhou que o que aconteceu nesse dia foi apenas um desentendimento. "Os seguranças estavam à espera que entrasse apenas o Nagrelha e o Bruno King e quando o bailarino aparece com uma garrafa pareceu ser um estranho, porque não sabíamos quem era. Foi apenas isso, nada mais aconteceu, pedimos desculpas às pessoas envolvidas porque foi apenas um mal entendido mesmo", disse. Hoje a dupla continua a dar-se bem com Nagrelha depois de tudo se ter resolvido na hora do show. 

 

Sari Sari sente-se "irmão por afinidade" de Heavy C

 

Para terminar Sari Sari falou ainda da sua relação com o músico e produtor Heavy C, dono da produtora Bué de Beats, da qual fez parte anteriormente: "Até hoje tenho o Heavy C como um grande amigo. Trabalhámos juntos durante muito tempo e foi ele que me lançou. A primeira vez que apareci na televisão foi num vídeo clip dele etc. Esta  parceria gerou grandes frutos, participei no álbum da Bwe de Beats vol 1 e sinto que somos irmãos por afinidade."

 

Fonte: Sapo Banda

Rádio Jet7 Angola

Vídeos Sugeridos

Procurar Vídeo